Rio Branco,

Antigo aparelho de radioterapia já está na Universidade Federal de Minas Gerais

Saúde

Por Por Agência de Notícias do Acre

Na semana passada foi retirada do Acre a antiga máquina de cobalto que funcionava na Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon), usada no tratamento de radioterapia em pacientes com câncer. O destino do equipamento é o Centro de Desenvolvimento de Tecnologia Nuclear (CDTN/CNEN), na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), e será utilizada para pesquisas científicas.

Publicidade

A operação de transporte, exigiu a articulação do Governador Gladson Cameli, do Chefe da Casa Civil Ribamar Trindade, da Procuradoria do Estado e da Representação do Acre em Brasília Ricardo França, junto ao gabinete do Ministro de Segurança Institucional, General Augusto Heleno.

Por se tratar de material radioativo foi necessário seguir um extenso protocolo, pois envolve riscos à segurança nuclear do país. Para acompanhar o deslocamento do comboio foram designadas viaturas da Polícia Federal, com quatro agentes.

O translado foi monitorado em tempo real a partir da sala de comando do Centro Integrado de Comando e Controle Nacional, via satélite, por imagens de drone e das concessionárias de rodovias durante os seis dias da operação.

A retirada do cobalto do Acre é necessária e de suma importância para que o novo equipamento, conhecido como acelerador linear, possa entrar em atividade e garantir um melhor tratamento e conforto, por estar perto da família, aos pacientes de radioterapia da Unacon.

Agora, a equipe administrativa da unidade aguarda a liberação que será concedida pela Comissão Nacional de Energia Nuclear para que o acelerador linear possa entrar em funcionamento. A previsão é que dentro de seis meses tudo esteja funcionando.


Publicidade




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Publicidade