Taxistas de Rio Branco começam a prestar serviço de corridas compartilhadas

Após a chegada do aplicativos, e para driblar a queda no faturamento, taxistas de Rio Branco começaram a prestar serviços de corridas compartilhadas. O teste começou na última semana e, oficialmente, na segunda-feira (8).

A informação foi confirmada pelo tesoureiro do Sindicato dos Taxistas, Teonísio Machado. Ele disse que a categoria, para não sucumbir por causa da crise econômica e da entrada dos aplicativos resolveu buscar esta alternativa.

“Por conta disso, a alternativa é nós irmos para o táxi compartilhado. Claro que a gente sabe que vai ter pessoas contra. Mas, temos que viver e a categoria não pode ficar a mercê e esperar o que não vai acontecer. Comunicamos à prefeitura que estamos fazendo o serviço e solicitamos a mudança na nossa lei”, disse.

O diretor da Superintendência de Transportes e Trânsito de Rio Branco (RBTrans), Nélio Anastácio, confirmou ao G1 que não há previsão legal para esse tipo de corrida para os taxistas.

“Não há a previsão da modalidade do transporte compartilhado na lei do taxista. Existe a previsão do táxi lotação com destino previamente definido, é o que diz a lei”, explica.

O tesoureiro do sindicato disse que até a próxima semana a estimativa é que pelo menos 150 taxistas já estejam atuando no modo compartilhado. Para trabalhar desta forma, a categoria precisa de uma mudança na legislação do município.

A assessoria de comunicação da prefeitura informou que ia verificar sobre o comunicado da categoria, mas até a publicação desta reportagem não deu retorno.

“Quem mais se beneficia, além do taxista, é a população. Mais barato, mais rápido, em um veículo com ar-condicionado. Bem melhor. As pessoas estão reagindo muito bem. Aliás, eles perguntam porque não começamos a fazer esse serviço antes”, complementou Machado.

Em Rio Branco, atualmente, a categoria conta com 612 permissionários, o que dá em torno de 1,2 mil pessoas trabalhando por causa da viração no período noturno.

Machado disse que a categoria deve fazer adesão gradualmente, mas que também deve continuar com a lotação normalmente.

Você pode gostar

Mais Notícias
Ver Mais