Mãe denuncia que filho paraplégico está sem medicação e sem se alimentar à espera de atendimento no PS

O jovem Edward Araújo Moreira, de 20 anos, está no Pronto Socorro de Rio Branco desde o final da tarde de ontem (25 quando foi transferido de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Ele é paraplégico e necessitava receber a transfusão de pelo menos duas bolsas de sangue.

A mãe de Edward, a dona Deijane Moreira, procurou a reportagem do Ecos da Notícia, no início da tarde dessa quarta-feira (26), para denunciar o caos dentro do maior hospital do Acre. Segundo ela, o filho está desde ontem com diarreia e sem se alimentar. Deijane relata ainda que o rapaz não está recebendo nem soro.

“Aqui está sem médico, cheio de pacientes nos corredores. Ele veio transferido da Upa pra fazer a transfusão de duas bolsas de sangue. Deram só uma, e ele está aqui jogado encima de um leito, não passa nenhum médico. Sem se alimentar”, lamenta a dona de casa.

Edward, como o Ecos da Notícia contou dias atrás numa matéria especial produzida pelos jornalistas Lenilda Cavalcante e Marcos Dione, foi diagnosticado com leucemia aos 8 anos de idade. Durante um procedimento de pulsão lombar, a coluna dele foi afetada fazendo com que ele perdesse os movimentos do tórax para baixo.

Nossa reportagem entrou em contado com o diretor do Pronto Socorro, o Dr. Welber de Lima, mas o mesmo não respondeu as ligações e mensagens enviadas ao seu telefone. A assessoria da Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre), informou que o hospital tinha apenas uma bolsa de sangue no estoque. E que a família precisa buscar doação.

Ainda segundo a assessoria, o paciente está sendo atendido na enfermaria. E todos os procedimentos necessários para restabelecer sua saúde estão sendo realizados. Até a publicação desta matéria o jovem não tinha se alimentado, muito menos recebido a segunda bolsa de sangue que necessita.

O tipo sanguíneo de Edward Araújo Moreira é O+.

Você pode gostar

Mais Notícias
Ver Mais