No Acre, idosa é morta com tiro no rosto ao tentar proteger família de assaltantes

Marcos Dione– A senhora Lourinete Ribeiro foi morta com um tiro no rosto na noite de domingo (16) na fazenda em que morava com a família, localizada na BR-364, a cerca de 40 km do município de Sena Madureira, no interior do Acre. Criminosos invadiram a casa, fizeram a família de refém e assassinaram a mulher. Depois eles fugiram levando uma bolsa e os celulares das vítimas.

Ao Ecos da Notícia, um sobrinho de Lourinete contou que a quando o trio de assaltantes invadiu a casa, a tia estava deitada no sofá. O esposo e o filho da idosa também estavam na casa e foram humilhados e agredidos. O jovem conta que a tia foi baleada com um tiro na boca, que chegou a sair pelo lado de trás da cabeça. Ela morreu na frente do marido e do filho.

“Os bandidos arrombaram a porta da casa, eram três. A a minha tia estava deitada, no sofá, e fizeram ela de refém, depois pegaram meu tio e o meu primo, filho dela, fizeram todos refém na casa e atiraram na minha tia. Ela ficou muito nervosa, gritando pedindo pra ninguém reagir, por isso tiraram a vida dela. Depois os bandidos fugiram levando a bolsa dela e os celulares”, conta o rapaz que optamos por não divulgar o nome.

O corpo de dona Lourinete foi recolhido por uma equipe do Instituto Médico Legal (IML), e após os procedimentos necessários realizados na sede da instituição, em Rio Branco, foi liberado para velório e sepultamento. O caso segue sob investigação da Polícia Civil, que até o momento não conseguiu prender os criminosos.

Você pode gostar

Mais Notícias
Ver Mais