Connect with us

geral

Vou retribuir em oração, pelo resto da vida, esse presente de Deus

Publicado

em

Homem de 54 anos, primeiro transplantado no novo governo, recebe fígado de doador paraense, em cirurgia na Fundação Hospitalar

A canção pop rock, intercalada ao bip do monitor cardíaco, cadenciava o ritmo de paz e harmonia na sala cirúrgica, enquanto o bisturi do médico Juan Rafael Pereira navegava por veias e nervos, retirando o fígado acometido de uma cirrose hepática. O paciente, o diarista Francisco Costa das Chagas, de 54 anos, morador do município de Xapuri, é o primeiro a ser transplantado na gestão do novo governo Gladson Cameli.

No Dia dos Namorados, celebrado nesta quarta-feira, 12, Francisco das Chagas ganhou de presente um beijo da namorada, dona Raimunda Oliveira Martins, antes de entrar na sala, para sair dela com um presente ainda maior: a vida nova, com um fígado igualmente renovado. Curiosamente, Francisco havia entrado para a fila do transplante do Sistema Único de Saúde na terça-feira, 11.

Um lance de sorte pela compatibilidade de um doador paraense o fez saltar para um mundo melhor, após cinco anos sofrendo de complicações decorrentes da cirrose. O novo órgão veio de Belém direto para a Fundação Hospitalar do Estado do Acre (Fundhacre).

O Acre é o único estado da região Norte a realizar transplantes de rins, pâncreas e fígado. “Por isso, o seu Francisco e nós, da Fundação, podemos nos orgulhar muito disso”, ressalta o presidente da Fundhacre, Lúcio Brasil. A partir da segunda quinzena desse mês, a Secretaria de Estado da Saúde do Acre inicia uma revolução na fila de espera pelo transplante, ao promover um procedimento por semana.

Antes de entrar na sala, cuidadosamente assepsiada, seu Francisco ensaiou um choro, agora não mais da angústia de pensar em perder a vida, mas da felicidade de uma segunda chance. “Primeiro, tenho muito que agradecer a Deus por tudo o que está acontecendo. Tudo é no tempo Dele. E chegou a minha vez, a minha oportunidade de ser curado”, asseverou.

“Saber que alguém que perdeu a vida está me beneficiando com a oportunidade de viver de novo me deixa imensamente agradecido por gesto tão grandioso de uma família, e que vou retribuir por toda a minha vida de joelhos, nas orações, por essa pessoa e pela família dela”, pontuou Francisco, minutos antes de ser levado para a sala de cirurgia, onde uma pequena caixa de som, instalada propositalmente pelo médico Juan Pereira, quebrava o clima, aparentemente pesado, que costuma pairar sobre todo recinto desse tipo.

A alegria estampada no rosto de Raimunda disfarçava a tensão sobre o que ela imaginava que poderia acontecer ao longo daquelas próximas oito horas de cirurgia. “Eu e nossas famílias estamos muito felizes por isso. A partir de agora, vai mudar muita coisa em nossas vidas. Deus é misericordioso”.

Na manhã desta quinta-feira, 13, a direção do hospital informou que o procedimento foi um sucesso. Francisco das Chagas ficará internado por mais uns dias, antes de retornar para a ‘Princesinha do Acre’, como é conhecida sua cidade natal. Mas chegará como um rei, de vida nova, fôlego renovado e cheio de histórias para contar. “Direi para todos sobre o quanto Deus cuida da gente e de que um dia ele me soprou no nariz um fôlego novo, para a honra e glória Dele”.

Propaganda

Veja também

Mais lidas

Portal de notícias do Acre | Diretor e Redator - Lenilda Cavalcante FENAJ 084 | Copyright © 2006-2019 ECOS DA NOTÍCIA - Todos os direitos reservados.