Connect with us

política

Servidores do Estado devem fazer atualização de cadastro presencial a partir de agosto

Publicado

em

O secretário da Casa Civil, José Ribamar Trintade, e as secretárias de Planejamento e Gestão, Maria Alice Araújo, e de Fazenda Semírames Dias, reuniram toda a equipe de governo na tarde desta quinta-feira, 13, para apresentar o cronograma de atualização cadastral.

Maria Alice apresentou aos gestores o detalhamento do processo de atualização que os servidores efetivos, temporários, afastados, cedidos, cargos comissionados, agentes públicos, empregados públicos civis e militares devem realizar de forma presencial.

O cronograma de atualização cadastral presencial terá início no dia 1º de agosto, com previsão de encerramento em novembro. Todos devem acessar a plataforma de atualização cadastral on-line (www.acre.gov.br) e em seguida comparecer ao setor de Recursos Humanos de seus respectivos órgãos para entregar documentos necessários.

A exigência é para atender as normas do decreto nº 8373/2014, que instituiu o Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSocial), por meio do qual os empregadores públicos e privados deverão comunicar ao governo Federal 15 obrigações relativas à vida funcional do servidor. O eSocial é ação conjunta da Secretaria da Receita Federal, Caixa Econômica Federal, INSS e Ministério do Trabalho.

“Hoje os dados cadastrais são precários, sempre foram realizados online e esses dados não têm consistência o que irá acarretar na rejeição dos dados no sistema do esocial. O recadastramento presencial vai garantir a veracidade, a credibilidade e a correição dos dados dos servidores e também vai servir para conhecermos os servidores, lotá-los de forma correta, criando uma gestão mais eficiente”, destacou a secretária Maria Alice.

A unificação do sistema tem o objetivo de padronizar, simplificar as informações e reduzir a burocracia reunindo o maior número de informações referentes aos trabalhadores em um só banco de dados como contribuições, acidentes de trabalho, folha de pagamento, Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), e Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte (DIRF), por exemplo. No Acre, o eSocial passará a valer em janeiro de 2020.

“A partir desta data teremos que passar os dados dos servidores por meio do eSocial. Esses dados não podem ter inconsistência, por isso vamos fazer esse trabalho conjunto entre governo e servidores para atualizá-los. Mesmo os servidores que já realizaram a atualização cadastral em 2019, precisam efetuar novamente, de acordo com o cronograma que foi estabelecido”, explica a presidente da Comissão de Atualização Cadastral, Geórgia Tavares.

Os servidores de órgãos sem representação nos municípios poderão atualizar o cadastro de forma presencial nos Núcleos de Apoio da Educação e da Saúde, órgãos parceiros na atualização.

O cadastro anual de servidores do Estado é atualizado virtualmente desde 2015 no Acre pela  plataforma de serviços da Secretaria de Gestão Administrativa (SGA), que pode ser acessada pelo endereço http://www.servicos.sga.ac.gov.br/servicos/index.php/apresentacao. Mesmo quem já atualizou ou confirmou o cadastro este ano deve atender ao chamamento da Secretaria de Planejamento e Gestão para a atualização presencial.

A reunião realizada hoje faz parte do processo de sensibilização. Os próximos passos serão a publicação de decreto, normatizando o processo, e o treinamentos das pessoas que trabalham no setor de Recursos Humanos dos órgãos.

O trabalho de divulgação para que os servidores tenham acesso às informações será desenvolvido pela Secretaria de Comunicação. A campanha será feita nas redes sociais, rádios e com vídeos institucionais.

Novo formato da Expoacre

Neste ano, a Expoacre terá como novidade a criação de uma estrutura para abrigar os principais setores do governo durante dia e noite, com o governador Gladson Cameli mudando seu gabinete e toda a Casa Civil para o Parque de Exposições. E para ajustar o planejamento, o secretário da Casa Civil, José Ribamar solicitou aos gestores a elaboração de um plano de trabalho que deve ser encaminhado ao gabinete.

“Estaremos envolvidos na organização da Expoacre. Toda a estrutura de governo estará na execução desta feira”, disse.

Continue lendo

política

Ministro do Meio Ambiente cumpre agenda no Acre

Publicado

em

Da Agência de Notícias Acre

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, desembarca em Rio Branco às 8h30 desta quinta-feira, 27. No período da manhã, o ministro, acompanhado do governador Gladson Cameli e demais gestores estaduais, irá visitar o Canal da Maternidade e os principais pontos de alagamento na capital.

A definição dos pontos a serem vistos pelo ministro foi debatida durante encontro entre os representantes do governo do Estado, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, e do gabinete do senador Márcio Bittar, responsável pela articulação da vinda do ministro ao Acre.

A presença do ministro tem relação direta com a necessidade urgente da realização de estudos sobre os fenômenos no Rio Acre. Uma das análises que serão feitas envolve a possibilidade de desvios do leito do rio para evitar alagações no centro da cidade.

“A vinda do ministro enriquece a programação do Mês do Meio Ambiente.  Aqui ele vai poder conhecer mais de perto a realidade do nosso estado e a partir daí tomar decisões importantes para o desenvolvimento do Acre”, destacou o secretário de Estado de Meio Ambiente, Israel Milani.

Em seguida, a comitiva irá para Cruzeiro do Sul. No Juruá, a primeira agenda será a visita ao trecho da BR-364 no trajeto que deverá ligar os municípios de Cruzeiro do Sul e Mâncio Lima à cidade peruana de Pucallpa. Serão iniciados os debates em torno da possibilidade de ligação terrestre entre as regiões, um trajeto de aproximadamente 200 quilômetros. À tarde, o ministro irá se reunir na Aldeia Poyanawa com oito prefeitos do Consórcio do Vale do Juruá, Tarauacá e Envira.

Antes de retornar a Rio Branco, Salles e as demais autoridades participam do lançamento do programa “Qualidade do Ar em Áreas Urbanas”, quando serão entregues os medidores de fumaça. A ação é de responsabilidade do Ministério Público do Acre.

Já na sexta-feira, 28, a comitiva irá visitar a comunidade extrativista no Seringal Porangaba na Reserva Chico Mendes. De volta a Rio Branco, Salles irá receber a imprensa para uma coletiva às 13h40 no aeroporto da capital.

Continue lendo

política

MARA ROCHA:. Ataques a minha pessoa

Publicado

em

Da Assessoria de Imprensa

Nos últimos dias tenho sido vítima de uma série de mentiras, orquestradas para destruir a minha imagem. As mentiras disseminadas tem autoria que já é do meu conhecimento. É claro e notório, que tenho incomodado interesses políticos de muitos. Uma pesquisa em que apareço bem colocada para a prefeitura de Rio Branco, e a discussão de uma possível candidatura minha ao senado, despertaram a fúria de muitos.
Não compreendi o destempero do Govenador Gladson Cameli, que me atacou, de forma desrespeitosa, durante todo o final de semana, junto com o seu grupo, pelas redes sociais e jornais na tentativa clara de colocar a população contra minha pessoa, e isso, dias após uma conversa em que ele me garantiu a demissão do Secretário da SEPA.

INDICADO DE GLADSON CAMELI PARTE PARA O ATAQUE USANDO A MENTIRA COMO ARMA
Como se não bastassem os ataques nas redes sociais, utilizando fake News, surge hoje mais uma tentativa de manchar a minha imagem.
Uma manifestação política, me atacando, promovida pelo atual superintendente do MAPA e autoproclamado candidato a prefeito de Rio Branco, pelo PP, partido do governador Gladson Cameli, o ex-comunista Luziel Carvalho, que ocupa o cargo atual por indicação política de Gladson.
Paralelamente a tal manifestação, um representante da mídia, publicou mentiras sujas a meu respeito, de que eu estaria trocando o Superintendente do Ministério da Agricultura no Acre por meu irmão, Pang Rocha. A fonte que se prestou a disseminar tamanha infâmia chega ao cúmulo de dizer que um ofício com essa solicitação já estaria na Presidência da República.
Não, não indiquei meu irmão. Nada contra quem o faz, existem vários nesse governo que indicaram fartamente seus parentes mais queridos, mas eu, Mara Rocha, não indiquei meu irmão para a Superintendência do MAPA e desafio, qualquer um, a provar o contrário.


A POPULAÇÃO DO MEU ESTADO ME CONHECE E SABE DA MINHA CONDUTA.
Sou uma pessoa pública desde os meus 17 anos, quando comecei a minha carreira no jornalismo e construí minha vida, passo a passo alicerçada na retidão. A população do meu estado me conhece e sabe da minha conduta. O Acre é pequeno e todos conhecem minha trajetória. Não é um qualquer que vai denegrir a minha história. Não sou eu, Mara Rocha, conhecida por mentir e enganar, por não honrar o que fala e não cumprir as promessas que faz. Acredito que política é para pessoas sérias e comprometidas. Vou continuar o meu trabalho pelo desenvolvimento do Estado independente de qualquer governo e sem medo de ataques.

Continue lendo

política

Governo do Acre, Amazonas e Rondônia se unem pelo desenvolvimento do agronegócio

Publicado

em

Da Agência de Notícias Acre

Em encontro realizado em Manaus (AM) na última segunda-feira, 24, o governo do Estado do Acre por meio dos secretários de Estado ligados à produção rural do Acre, Amazonas e Rondônia debateram sobre a integração para o desenvolvimento do agronegócio, focados principalmente em avanços na regularização fundiária e no desenvolvimento de uma regional para a expansão do setor.

Participaram da reunião o secretário de Produção e Agronegócio do Acre, Paulo Wadt, o secretário de Produção Rural do Amazonas, Petrucio Magalhães Júnior, o secretário de Agricultura de Rondônia, Evandro Padovani, e o superintendente do Incra no Amazonas, João Batista Jornada. O vice-governador do Amazonas, Carlos Almeida Filho, e o presidente da Federação da Agricultura do Amazonas, Muni Paes, também acompanharam o encontro.

Juntos, eles iniciaram os trabalhos para a criação de um protocolo de intenções que será encaminhado aos governadores de cada estado e à ministra de Agricultura, Tereza Cristina, solicitando a integração dos estados da região Norte com políticas públicas de desenvolvimento para o agronegócio.

Segundo o secretário do Acre, Paulo Wadt, estas “são medidas para a implantação da zona de desenvolvimento agropecuário entre os três estados. É uma proposta de fortalecimento desse setor com a união dos estados do Norte seguindo os mesmos interesses”.

Para o secretário do Amazonas, a reunião foi totalmente positiva e a integração, se aprovada, trará desenvolvimento para todos os estados envolvidos.

“Estamos unindo forças e criando um grupo que intitulamos de Amacro [Amazonas, Acre e Rondônia], para tratarmos dos principais assuntos do nosso estado em parceria com os estados vizinhos. Esperamos que tudo ocorra bem e que possamos fazer o melhor para toda a região Norte”, afirmou Petrucio.

A ação coletiva entre os três estados e o governo federal pretende trabalhar o fortalecimento político, juntamente com as bancadas federais. Dentre as principais demandas está manter o homem no campo produzindo com qualidade e retorno.

 

Continue lendo

Veja também

Mais lidas

Portal de notícias do Acre | Diretor e Redator - Lenilda Cavalcante FENAJ 084 | Copyright © 2006-2018 ECOS DA NOTÍCIA - Todos os direitos reservados.