Connect with us

política

Importação e exportação de produtos agrícolas é tratado com ministra da Agricultura do Peru

Publicado

em

Governador acreano defendeu desburocratização de barreiras sanitárias entre os dois países para fortalecer transações comerciais

Como desburocratizar as exportações e importações de produtos agrícolas brasileiros e peruanos foi o principal tema abordado por governadores brasileiros e peruanos durante encontro com a ministra da Agricultura do Peru, Fabíola Muñoz Dodero.

Assim como o Brasil, o Peru tem uma forte cultura produtiva e se destaca no cultivo de milho, batata, alho e uma grande variedade de frutas. Porém, barreiras fitossanitárias impostas pelos dois países travam o fluxo de mercadorias. O baixo efetivo de servidores nas alfândegas dos dois países é outro aspecto negativo que atrapalha o processo de importações e exportações.

A ministra da Agricultura do Peru, Fabíola Muñoz, reconheceu que é preciso estreitar as transações comerciais entre seu país e o Brasil. Atualmente, a legislação protecionista de ambos os governos prejudica as relações empresariais.

“As nossas tratativas com o Chile, Bolívia e Equador estão bem mais avançadas em relação ao Brasil. Por isso, entendemos que precisamos avançar juntos em políticas bilaterais que sejam benéficas para as duas nações”, argumentou.

Durante sua fala, o governador Gladson Cameli afirmou que o agronegócio é uma das principais diretrizes de sua gestão para alcançar o franco desenvolvimento econômico por meio da produção rural.

“Este encontro tem tudo a ver com aquilo que desejamos fazer em nosso governo porque acreditamos muito que o agronegócio pode ser a salvação econômica do meu estado e quando estivermos produzindo, com certeza, o Peru é um excelente mercado para comprar nossa produção, assim como nós temos total interesse em comprar os excelentes produtos que já são produzidos aqui no Peru e que podem chegar mais frescos e mais baratos no Acre porque a distância é bem menor”, enfatizou o governador.

Para o senador Sérgio Petecão é preciso criar agendas positivas que ajudem a eliminar os pequenos entraves já a partir deste ano, no encontro entre os presidentes Jair Bolsonaro e Martín Vizcarro.

“Como parlamentar, acompanho essa questão de integração há muitos anos e, infelizmente, muito pouco foi concretizado entre Brasil e Peru. Temos que avançar nessa questão porque já perdemos inúmeras oportunidades de negócios por conta desta burocracia que só nos distancia”, pontuou.

O encontro com a ministra da Agricultura encerrou o Encontro Binacional de Governadores da Fronteira Brasil-Peru, em Lima. Além do governador Gladson Cameli, a audiência contou com a presença do senador Sérgio Petecão, dos deputados federais Jéssica Sales e Manuel Marcos, do governador de Rondônia, Marcos Rocha, do governador de Madre de Dios, Luís Hidalgo Okimura, e do governador de Ucayali, Francisco Pezo Torres.

Continue lendo

política

Moradores de Rio Branco reconhecem: com a Operação Verão agora está muito melhor

Publicado

em

Departamento de Comunicação PMRB

Em pouco mais de 40 dias que a Operação Verão está nas ruas de Rio Branco, são visíveis as mudanças, para melhor, no cenário da cidade. Por onde as equipes já passaram realizando os serviços de manutenção das vias, recuperação da malha viária, paisagismo e sinalização de trânsito, as manifestações são as mesmas: “agora sim, com o trabalho da Prefeitura, está muito melhor.”.

Os moradores da Rua Peru, no bairro Cerâmica, por exemplo, manifestaram total satisfação com o trabalho realizado. No local foram executados os serviços de tapa buracos e de recapeamento em asfalto da via.

“Nossa, estamos muito contentes. Estava precisando mesmo arrumar aqui porque não estávamos mais nem conseguindo entrar em casa direito. O pessoal da Prefeitura trabalhou direitinho e fizeram o que a gente pediu.”, disse o morador Carlos Nascimento, que mora no local há três anos.

As irmãs Paula Cristina e Marione Santos, que moram no bairro há 10 anos, relataram que com o serviço deu ânimo até para abrir um negócio e estão montando um mercadinho na rua. “Olha, aqui tava um perigo principalmente para que anda de moto porque tinha muito buraco, mas agora está muito bom.”, exclamou Marione. “Eles fizeram tão feito. Alisaram bem (risos).”, acrescentou Paula.

A fisioterapeuta Djanara Brito, que trabalha numa clínica localizada no local, relatou: “aqui estava horrível, os carros não conseguiam nem estacionar e para passar tinha que desviar. Agora está ótimo.”.

A Rua Peru é apenas uma das que foram beneficiadas nesta etapa inicial da Operação Verão. A meta planejada pela Prefeitura de Rio Branco ainda não chegou nem à metade, porém os números já apontam um total de 108 ruas trabalhadas, tendo algumas sido praticamente refeitas. Já foram beneficiados maias de 40 bairros e utilizadas mais de 4000 mil toneladas de massa asfáltica.

 

“Estamos trabalhando para chegar em todas as ruas possíveis”, diz prefeita

O trabalho está só no início e a pretensão, de acordo com a prefeita Socorro Neri é de o período de estiagem seja aproveitado ao máximo para que os benefícios cheguem ao maior número possível, tanto que as equipes estão trabalhando também nos feriados e finais de semana.

“Durante o período de chuvas, mais que água, choviam críticas. E eu sempre dizia: ‘calma gente. Estamos planejando, temos que ter responsabilidade. Não é assim que se trabalha.’ Se fossemos executar obras estruturantes naquele período, estaríamos jogando o pouco recurso que temos fora. Enfim, estou muito feliz e animada, pois mesmo com todas as dificuldades, estamos trabalhando e conseguindo melhorar para todos.”, destacou.

A prefeita garantiu que o esforço é para que a Operação Verão melhore ainda muito maias as condições de trafegabilidade e a paisagem da cidade. “Sei que muitos ainda esperam que os trabalhos cheguem a sua rua. Mas acreditem, estamos lutando todos os dias para que chegue, o quanto antes. Jamais serei leviana de dizer que vamos resolver todos os problemas, mas estou muito feliz de poder afirmar que estamos trabalhando muito e que nosso trabalho está sendo visto e será ainda mais. E o melhor disso não é a visibilidade, e sim o impacto que esse trabalho tem na vida de tanta gente.”, analisou Socorro Neri.

Operação Verão vai além de tapa-buracos e asfaltamento

No planejamento foi definido como prioridade pela Prefeitura a recuperação da malha viária nas vias estruturantes, corredores de ônibus e ruas principais dos bairros da capital, realizado pelas equipes da Empresa Municipal de Urbanização (Emurb) que também executam a construção de calçadas e pintura de meios fios, mas a Operação Verão envolve outros serviços fundamentais, tais como: limpeza de praças, parques e ruas com a equipe da Secretaria Municipal de Zeladoria; sinalização vertical, que consiste na pintura das ruas, pela equipe da Superintendência Municipal de Trânsito (RbTrans);  jardinagem, com a equipe da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semeia) e iluminação pública.

Recentemente, a Prefeitura recentemente assinou convênio com a empresa Energisa, para implantação de Plano de Eficiência Energética que tem como objetivo principal realizar a troca das antigas lâmpadas dos postes da cidade por novas lâmpadas de Led.  De acordo com o plano, que terá execução iniciado ainda este ano, a nova tecnologia, além de iluminar com mais qualidade, reduzirá o consumo, proporcionando economia para os cofres do Município.

“O nosso ritmo de trabalho é intenso. Tenho muito orgulho do que estamos fazendo, queria agradecer todas as equipes que estão na rua trabalhando muito duro para ajudar a melhorar a vida das pessoas na nossa cidade. Essa Operação Verão é fruto de muito planejamento e organização, mas ela é, também, fruto do amor e carinho que temos por nossa Rio Branco. Não é fácil realizar, fazer acontecer em um momento de grande dificuldade financeira como o que estamos atravessando em todo país. Mas nós, com muita responsabilidade, estamos conseguindo e isso me enche de gratidão e orgulho”, concluiu a prefeita Socorro Neri.

 

 

Continue lendo

política

Ministro do Meio Ambiente cumpre agenda no Acre

Publicado

em

Da Agência de Notícias Acre

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, desembarca em Rio Branco às 8h30 desta quinta-feira, 27. No período da manhã, o ministro, acompanhado do governador Gladson Cameli e demais gestores estaduais, irá visitar o Canal da Maternidade e os principais pontos de alagamento na capital.

A definição dos pontos a serem vistos pelo ministro foi debatida durante encontro entre os representantes do governo do Estado, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, e do gabinete do senador Márcio Bittar, responsável pela articulação da vinda do ministro ao Acre.

A presença do ministro tem relação direta com a necessidade urgente da realização de estudos sobre os fenômenos no Rio Acre. Uma das análises que serão feitas envolve a possibilidade de desvios do leito do rio para evitar alagações no centro da cidade.

“A vinda do ministro enriquece a programação do Mês do Meio Ambiente.  Aqui ele vai poder conhecer mais de perto a realidade do nosso estado e a partir daí tomar decisões importantes para o desenvolvimento do Acre”, destacou o secretário de Estado de Meio Ambiente, Israel Milani.

Em seguida, a comitiva irá para Cruzeiro do Sul. No Juruá, a primeira agenda será a visita ao trecho da BR-364 no trajeto que deverá ligar os municípios de Cruzeiro do Sul e Mâncio Lima à cidade peruana de Pucallpa. Serão iniciados os debates em torno da possibilidade de ligação terrestre entre as regiões, um trajeto de aproximadamente 200 quilômetros. À tarde, o ministro irá se reunir na Aldeia Poyanawa com oito prefeitos do Consórcio do Vale do Juruá, Tarauacá e Envira.

Antes de retornar a Rio Branco, Salles e as demais autoridades participam do lançamento do programa “Qualidade do Ar em Áreas Urbanas”, quando serão entregues os medidores de fumaça. A ação é de responsabilidade do Ministério Público do Acre.

Já na sexta-feira, 28, a comitiva irá visitar a comunidade extrativista no Seringal Porangaba na Reserva Chico Mendes. De volta a Rio Branco, Salles irá receber a imprensa para uma coletiva às 13h40 no aeroporto da capital.

Continue lendo

política

MARA ROCHA:. Ataques a minha pessoa

Publicado

em

Da Assessoria de Imprensa

Nos últimos dias tenho sido vítima de uma série de mentiras, orquestradas para destruir a minha imagem. As mentiras disseminadas tem autoria que já é do meu conhecimento. É claro e notório, que tenho incomodado interesses políticos de muitos. Uma pesquisa em que apareço bem colocada para a prefeitura de Rio Branco, e a discussão de uma possível candidatura minha ao senado, despertaram a fúria de muitos.
Não compreendi o destempero do Govenador Gladson Cameli, que me atacou, de forma desrespeitosa, durante todo o final de semana, junto com o seu grupo, pelas redes sociais e jornais na tentativa clara de colocar a população contra minha pessoa, e isso, dias após uma conversa em que ele me garantiu a demissão do Secretário da SEPA.

INDICADO DE GLADSON CAMELI PARTE PARA O ATAQUE USANDO A MENTIRA COMO ARMA
Como se não bastassem os ataques nas redes sociais, utilizando fake News, surge hoje mais uma tentativa de manchar a minha imagem.
Uma manifestação política, me atacando, promovida pelo atual superintendente do MAPA e autoproclamado candidato a prefeito de Rio Branco, pelo PP, partido do governador Gladson Cameli, o ex-comunista Luziel Carvalho, que ocupa o cargo atual por indicação política de Gladson.
Paralelamente a tal manifestação, um representante da mídia, publicou mentiras sujas a meu respeito, de que eu estaria trocando o Superintendente do Ministério da Agricultura no Acre por meu irmão, Pang Rocha. A fonte que se prestou a disseminar tamanha infâmia chega ao cúmulo de dizer que um ofício com essa solicitação já estaria na Presidência da República.
Não, não indiquei meu irmão. Nada contra quem o faz, existem vários nesse governo que indicaram fartamente seus parentes mais queridos, mas eu, Mara Rocha, não indiquei meu irmão para a Superintendência do MAPA e desafio, qualquer um, a provar o contrário.


A POPULAÇÃO DO MEU ESTADO ME CONHECE E SABE DA MINHA CONDUTA.
Sou uma pessoa pública desde os meus 17 anos, quando comecei a minha carreira no jornalismo e construí minha vida, passo a passo alicerçada na retidão. A população do meu estado me conhece e sabe da minha conduta. O Acre é pequeno e todos conhecem minha trajetória. Não é um qualquer que vai denegrir a minha história. Não sou eu, Mara Rocha, conhecida por mentir e enganar, por não honrar o que fala e não cumprir as promessas que faz. Acredito que política é para pessoas sérias e comprometidas. Vou continuar o meu trabalho pelo desenvolvimento do Estado independente de qualquer governo e sem medo de ataques.

Continue lendo

Veja também

Mais lidas

Portal de notícias do Acre | Diretor e Redator - Lenilda Cavalcante FENAJ 084 | Copyright © 2006-2018 ECOS DA NOTÍCIA - Todos os direitos reservados.