Connect with us

cidades

Balsa de Xapuri está furada e sem conserto pelo governo, cobram deputados

Publicado

em

Há mais de 10 dias a balsa que faz a ligação entre o centro de Xapuri com as comunidades da Sibéria e da Resex Chico Mendes está parada. Nesta terça-feira, 14, deputados estaduais denunciaram o descaso governo do Estado, que até o momento não providenciou nenhuma alternativa emergencial para ajudar a população.

O primeiro a trazer o assunto, foi o deputado Antônio Pedro (DEM), aliado do governo. Ele apontou o problema e, ao mesmo tempo, fez uma defesa do Estado, explicando que os gestores da área estavam aguardando a burocracia e que não tinha como abrir processo licitatório no momento.

Tentando resolver o problema, os vereadores de Xapuri fizeram o aluguel de uma balsa de madeira para realizar a travessia emergencial no local. “O estado não foi lá alugar uma balsa. A Câmara municipal precisou alugar, enquanto não se resolve o problema. Já passou o tempo de só reclamar. Espero que o governo comece a dar resposta”, afirmou o deputado Roberto Duarte (MDB).

Edvaldo Magalhães (PCdoB) também falou sobre o absurdo que é o Estado não tomar uma providência emergencial sobre a balsa. “O governo não está conseguindo mandar calafetar a balsa de Xapuri. Esse negócio de conseguir licitação é conversa. O diário oficial, todo santo dia tem dispensa de licitação”, afirmou.

O parlamentar explicou ainda que o próprio governo está dificultando sua situação ao enviar o decreto que obriga o Estado a ter cotação de preço de empresas fora do Acre. Isso só está trazendo mais burocracia para ações imediatas como esta, segundo Edvaldo.

Continue lendo

cidades

Espaço AgroFlorestal é novidade na Expoacre 2019

Publicado

em

Da Agência de Notícias Acre

O Governo do Estado do Acre traz uma novidade na exposição das atividades relacionadas ao Meio Ambiente na Expoacre 2019. O Espaço AgroFlorestal está sendo construído na antiga Fazendinha com apresentação das políticas ambientais do Estado, réplica da casa do Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR), atendimento do Cadastro Ambiental Rural (CAR), Programa de Regularização Ambiental (PRA), exposição da cadeia produtiva da madeira, além de cursos, oficinas e palestras. Um espaço interativo, com jogos ambientais e tomadas para carregar celulares está sendo preparado.

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) está coordenando o espaço, que tem como parceiros o Instituto de Meio Ambiente do Acre (IMAC), Instituto de Mudanças Climáticas (IMC), o Departamento Estadual de Pavimentação e Saneamento (Depasa), a Fundação de Tecnologia do Estado do Acre (Funtac), o Instituto de Administração Penitenciária (Iapen), Instituto de Educação Profissional e Tecnológica (Ieptec), além das instituições do setor madeireiro, o Sindicato das Indústrias Madeireiras do Estado do Acre (Sindusmad) e a Associação das Indústrias Manejadoras do Estado do Acre (Asimmanejo).

O secretário de Estado de Meio Ambiente, Israel Milani, está entusiasmado com o Espaço AgroFlorestal pela amplitude do projeto. “Teremos vários parceiros que trarão temas relacionado à temática ambiental. Uma oportunidade de apresentar para a população como está sendo conduzida a política ambiental do Estado e realizar negócios sustentáveis, mostrando essa relação entre o Meio Ambiente e o desenvolvimento produtivo do Estado”, argumentou.

Uma réplica da casa do PNHR foi construída, onde funcionará o atendimento ao produtor rural, com o CAR e o PRA, além do atendimento do IMAC com informações sobre manejo florestal de uso madeireiro, atividades de uso do solo (agricultura, pecuária, pequenos animais), piscicultura, outorga da água e o programa Fique Legal.

Réplica da casa do PNHR está em fase de conclusão no Espaço AgroFlorestal Foto: Janine Dourado

A Sema vai expor seus vários projetos com as ações do manejo florestal de uso madeireiro e não madeireiro, o Plano de Desenvolvimento Comunitário nas Comunidades Rurais, os Planos de Gestão dos Territórios Indígenas do Estado do Acre e Etnozoneamento, a Gestão de Recursos Hídricos e de Riscos Ambientais no Acre, o Sistema Estadual de Áreas Naturais Protegidas, a Educação Ambiental e Práticas Ambientais Sustentáveis, o Zoneamento Ecológico Econômico do Acre (ZEE), além do Licenciamento e Controle Ambiental.

Representantes das cooperativas e associações apoiadas pelo Governo do Estado do Acre através da Sema, vão expor os seus produtos e haverá ainda a participação da Dom Porquito, Acreaves, Vitrine do Peixe, Açaí de Feijó, Açaí Cultura.

Uma pequena floresta terá as árvores identificadas com placas e será instalada uma serraria portátil, em parceria com a Universidade Federal do Acre (Ufac), para demonstrar as etapas do setor produtivo madeireiro. Uma exposição de móveis rústicos será outro grande atrativo do Espaço AgroFlorestal.

O Iapen já vem atuando desde o início do processo, com o projeto de ressocialização dos apenados. Além de trabalhar na construção do espaço, os apenados estão desenvolvendo uma horta em formato de estufa e outra da forma tradicional. Eles também vão apresentar a Tenda do Mel, com exposição dos meliponários da Associação Floresta com Abelhas. Os produtos produzidos também estarão expostos para negociação, desde a farinha até os móveis e artesanatos produzidos com resíduos (madeira, pneu, plástico). Ao lado do Iapen, o Viveiro da Floresta também vai apresentar suas técnicas de plantio de mudas frutíferas e florestais. Outro destaque será o lago demonstrativo da psicultura.

Uma tenda será voltada apenas para cursos, oficinas, palestras e rodas de conversa, promovidos pelas instituições. A Funtac terá destaque com os cursos de confecção de sabão com resíduos de óleos da Expoacre 2019, produção de mudas de bambu e produção de fitocosméticos e artesanatos de bambu.

O IMC vai trazer uma inovação tecnológica, com a reprodução de imagens em 3D. A equipe vai realizar rodas de conversa sobre os Programas de Incentivo aos Serviços Ambientais e exposição de produtos de extrativistas e indígenas atendidos pelo Programa REM+. Já o Depasa também vai estar no Espaço Agroflorestal, com uma campanha de uso racional da água, “Desperdício é a Gota D’água”. Durante o dia, o secretário de Meio Ambiente e todos os diretores estarão atendendo na Expoacre 2019.

Continue lendo

cidades

Estadual de futsal terá dois jogos neste sábado

Publicado

em

Da Agência de Notícias Acre

dual.

Atlético Brasileense busca a reabilitação no estadual foto: cedida

No jogo de fundo, o Rio Branco terá pela frente o Atlético Xapuriense. A equipe de Xapuri venceu pela 2ª rodada, enquanto o Rio Branco busca a reabilitação no campeonato.

Continue lendo

cidades

Artesãos do Acre faturam mais de R$ 400 mil na Fenearte, em Olinda

Publicado

em

Da Agência de Notícias Acre

Profissionais receberam encomendas do Museu de Artes de São Paulo e da Ucrânia

Com o apoio do governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Empreendedorismo e Turismo, juntamente com o Sebrae, dez artesãos de Rio Branco participaram da 20ª edição da Fenearte, em Olinda, que aconteceu no período de 3 a 14 de julho.

A equipe do Acre foi destaque da feira, comercializando 3.904 peças com o faturamento efetivo de R$ 326.224,00 e R$ 75.684,00 em encomendas, totalizando R$ 401.908,00.

O artesanato acreano foi destaque na Fenearte, conquistando vários lojistas nacionais e internacionais. Com a qualidade dos produtos apresentados, os profissionais receberam encomendas do Museu de Artes de São Paulo (Masp) e da Ucrânia.

Dez artesãos de Rio Branco participaram da 20ª edição da Fenearte, em Olinda Foto: cedida

A coordenadora estadual do artesanato acreano, Suelany Paiva, está satisfeita com o resultado da feira. “O grupo está se fortalecendo ainda mais, trabalharemos para que o Acre continue sendo destaque com seus produtos que conquistam o mercado”, enaltece Suelany.

Para a secretária Eliane Sinhasique, o artesanato acreano tem um alto valor agregado, pois, usa produto madeireiro e não madeireiro da floresta acreana, além da criatividade dos artesãos. “Isso faz com que as peças sejam mais valorizadas no mercado nacional e internacional. Precisamos que mais pessoas desenvolvam suas habilidades artesanais, já está comprovado que um bom artesanato gera renda e é um trabalho rentável financeiramente”, destacou.

Continue lendo

Veja também

Mais lidas

Portal de notícias do Acre | Diretor e Redator - Lenilda Cavalcante FENAJ 084 | Copyright © 2006-2018 ECOS DA NOTÍCIA - Todos os direitos reservados.