Júri aplica maior pena da história ao condenar trio que matou inocentes no Novo Horizonte: 213 anos

Mateus Mendonça da Costa, Luiz Fernando Cruz e Lucas Freire de Lima foram condenados a 213 anos de prisão pelas mortes dos três jovens no Conjunto Novo Horizonte. A sessão do Tribunal do Juri que resultou na condenação do trio terminou por volta das 20h desta segunda-feira (13), após quase 12 horas de julgamento.

Pelos crimes de triplo homicídio, tripla tentativa de assassinato e roubo, cada um dos réus recebeu pena de 71 anos de prisão. Na mesma decisão, o Juíz Alesson Brás negou aos assassinatos o direito de recorrer da decisão em liberdade.
Essa foi a maior pena  aplicada em toda a história da segunda vara do Tribunal do Júri.
Luiz Fernando, Mateus e Lucas foram condenados pelas mortes dos jovens
Renan Barbosa de Andrade, Luana da Silva Aragão e Rafaela dos Santos e, ainda, por tentar contra a vida de outras três pessoas.
A sequencia de crimes aconteceu no dia 03 de Fevereiro do ano passado, durante um ataque a uma casa, localizada na Rua Ademar de Barros, no Conjunto Novo Horizonte, região do Bairro Floresta.
As três vítimas fatais, eram inocentes, segundo comprovou o Ministério Publico Estadual durante o Júri. O alvo dos criminosos eram os filhos e o genro de um traficante, que na época estava preso.

Você pode gostar

Mais Notícias
Ver Mais