Connect with us

política

Em 2019 o desafio é buscar solução para driblar orçamento reduzido , diz Socorro Neri em abertura de ano letivo

Publicado

em

Em mensagem governamental lida durante a abertura dos trabalhos legislativos da Câmara de Vereadores de Rio Branco nesta segunda-feira,4, a prefeita Socorro Neri reforçou que o orçamento restrito da Capital do estado impede maiores e tão necessários investimentos para Rio Branco. Durante a leitura do documento que traz um panorama do cenário econômico e apresenta políticas públicas para o Município, Neri destacou a importância da prefeitura e câmara trabalharem juntas no sentido de buscar soluções para investimentos em áreas como iluminação pública, um dos grandes gargalos da cidade.
Após um breve relato da situação econômica do Brasil, ela reiterou que administrar, nesse cenário, exige eleger prioridades, controlar os gastos públicos, reduzir despesas com atividades administrativas para preservar os serviços essenciais que são ofertados diretamente à população. “As administrações responsáveis que me antecederam preservaram a saúde fiscal da Prefeitura, o que significa dizer que há equilíbrio entre receita e despesa; por outro, o quadro de recessão que atinge a economia nacional trouxe restrições ainda maiores à receita do Município que é insuficiente para prover a crescente demanda por serviços municipais, como o da zeladoria da cidade e de manutenção da malha viária”.
Ela citou como exemplo das responsabilidades da prefeitura: a manutenção da malha viária, a limpeza da cidade, 24 mil alunos de 104 escolas, 56 unidades de saúde, 153 equipamentos esportivos, 5 parques 500 refeições do Restaurante Popular, 10 mercados municipais, o transporte público, a ordenação do trânsito e a iluminação pública. Apesar do cenário, de acordo com a prefeita, os resultados alcançados precisam ser comemorados como o IDEB de 6,5 e o fato de Rio Branco, segundo o G1, estar em segundo lugar entre as cidades brasileiras, que cumpriram o que constava no Plano de Governo, num total de 48 % das metas alcançadas.
Com a Câmara Municipal, a intenção da prefeita é colaborar com o funcionamento da casa e fornecer informações sempre que necessário. “De minha parte, farei todo o possível para colaborar com o bom funcionamento desta Casa, disponibilizando nossa equipe, sempre que necessário, para esclarecimentos, informações, consultas, e franqueando completamente a Prefeitura para o trabalho de vossas excelências. A transparência na gestão pública é nossa garantia de que não há espaço para a corrupção e tampouco para a ineficiência. Daremos toda atenção aos órgãos de controle interno e externo, respeitando e valorizando sua atuação”, assegurou ela.
Do governador Gladson Cameli, a prefeita Socorro Neri e o presidente da Câmara, Antônio Moraes, ouviram o compromisso de “manter parcerias e uma relação de respeito e colaboração com todos os níveis de gestão na busca de melhorar a vida das pessoas”.
Encerrando a solenidade, o presidente da Câmara Municipal, Antônio Moraes, ressaltou que apesar das dificuldades financeiras em todos os níveis de gestão, o grande desafio dessa legislatura será a construção da sede própria da Câmara Municipal, que segundo ele “é a única entre as Câmaras das capitais, que não funciona em sede própria e sim alugada”.
Continue lendo

política

Prefeitura intensifica Operação Verão na capital

Publicado

em

Departamento de Comunicação PMRB

A Prefeitura de Rio Branco intensificou as ações da Operação Verão, na capital. O intuito é garantir que as 60 toneladas de massa asfáltica, alcance 1.500 ruas em 227 bairros da cidade, conforme explicou a prefeita Socorro Neri, durante o lançamento da operação na última quarta-feira, no Distrito Industrial.

Além do tapa-buracos, a Prefeitura está realizando a limpeza de ruas, parques e praças, desobstrução de canais, córregos, rede de drenagem, além iluminação pública, construção de pontos de ônibus, reparos em calçadas, sinalização de trânsito e paisagismo.

O objetivo principal da Operação Verão é impedir atividades potencialmente poluidoras e a utilização indevida dos espaços de uso comum, melhorando assim a qualidade ambiental, paisagística e recuperação malha viária.

Nesta quinta-feira, as secretarias de Infraestrutura (Seinfra), Meio Ambiente (Semeia), Zeladoria (SMZC), Empresa Municipal de Urbanismo (Emurb), Superintendência de Transportes e Trânsito (RBTrans), responsáveis pela Operação, atuaram nos bairros: Xavier Maia, Doca Furtado, Canaã e Loteamento Andirá.

 

 

 

 

Continue lendo

política

“Não quer ajudar, não atrapalha porra!”recado estilo Bolsonaro dado por primo do governador

Publicado

em

Por Juruá em tempo

O empresário Orleilson Cameli, primo do governador do Acre, mandou um recado bolsonarista pelas redes sociais para aqueles que, segundo ele, não geram emprego, não pagam impostos e nem querem ajudar o Estado.

Orleilson, mas conhecido como Zico, não deixa claro para quem fez o desabafo. Ontem (15) quem se manifestou na Assembleia Legislativa do Estado a favor de um grupo de empresários foi o deputado Roberto Duarte (MDB). Ele mostrou um vídeo que retrata o abandono do Parque Industrial de Rio Branco.

Roberto esteve reunido com o presidente da Federação das Indústrias, José

Adriano e um grupo de empresários, que lançaram a campanha “Reage Indústria”.

A família do governador Gladson Cameli vem se manifestando pelas redes sociais contrária às críticas que o gestor recebe. Sua mãe, dona Linda, é outra assídua no perfil de redes sociais. Informações Ac24hrs

Continue lendo

política

Petecão se reúne com reitoria da UFAC para debater cortes nos recursos das universidades

Publicado

em

Por Juruá em tempo

O senador Sérgio Petecão (PSD), se reuniu com a reitora da Universidade Federal do Acre (UFAC), Guida Aquino, e com o pró-reitor de Planejamento, professor Alexandre Ricardo, para discutir os cortes anunciados pelo governo federal às Universidades Federais no Brasil.

De acordo com Petecão, que é vice-líder do Governo no Congresso Nacional, o corte foi utilizado pelo Governo Federal como um “freio de arrumação”.

“Não está normal a situação das universidades no país. Encontraram plantações de pés de maconha dentro da Universidade de Brasília. Não foi uma e nem duas vezes que veicularam fotos e vídeos de pessoas nuas nas instituições”, disse o senador, ao defender a necessidade de que o governo tem de reorganizar o funcionamento das Universidades Federais.

Petecão relembrou de quando a polícia esteve impedida de entrar na universidade, além da partidarização destas instituições.

O senador afirmou ainda que deseja que as universidades brasileiras, sobretudo a do Acre, sejam referência de ensino, e que desconhece alguém que seja favorável ao corte nos recursos. “O governo federal está aberto para ouvir as demandas de todas as universidades do Brasil. Ninguém é favor de corte de recursos, o que tá sendo feito é uma tentativa de corrigir os problemas detectados nas universidades”, disse.

Da Assessoria

Continue lendo

Veja também

Mais lidas

Portal de notícias do Acre | Diretor e Redator - Lenilda Cavalcante FENAJ 084 | Copyright © 2006-2018 ECOS DA NOTÍCIA - Todos os direitos reservados.