Rio Branco,

aaa

Cobrança de dívida termina em uma morte e uma tentativa de homicídio em Brasiléia

muita violência

Kennedy Leandro, da Redação Ecos da Notícia
- Publicidade-

Bebida alcoólica, dinheiro e intolerância, esses foram os ingredientes que resultou em morte

Um homem de 50 anos morreu, outro de 26 anos ficou gravemente ferido e um terceiro também de 26 na os foi preso acusado pelos crimes.

Os crimes de morte e tentativa ocorreram na noite deste sábado (08), no ramal do km 75 da BR 317, também conhecida de estrada do Pacifico, zona rural do município de Brasiléia, distante cerca de 250 km de Rio Branco, a capital do Acre e que faz fronteira com a Bolívia.

O excesso de bebida alcoólica de Nivaldo Roberto Lopes Bezerra, de 26 anos pode ter sido o “combustível” que impulsionou a pratica de um homicídio e uma tentativa.

Segundo o que a polícia daquela cidade apurou, no início da noite, Nilvaldo Bezerra, que na região é conhecido por “Periquito” estaria embriagado, quando decidiu realizar a comprava de uma dívida que supostamente Dervison Lima da Cunha, de 26 anos tinha com ele.

No momento da cobrança, os dois que até então eram amigos iniciaram uma discussão que evoluiu para a agressão.

O agricultor Sebastião Soares da Silva, de 50 anos, que era amigo de Nilvado e Dervison tentou apartar a briga entre os dois, foi quando “Periquito” conseguiu tirar uma faca da cintura de Sebastião e aplicou um golpe na cintura de Nilvado.

Nesse momento a vítima conseguiu correr e “Periquito” se voltou contra Sebastião que somente tentou separar a briga entre os dois amigos.

Ainda de posse da faca de Sebastião Dervison Periquito aplicou um golpe no peito do amigo, que não tinha nada com a briga.

A violência do golpe no peito de Sebastião causou a morte dele ainda no local do crime.

A Polícia M ilitar foi acionada e conseguiu chegar a tempo de socorrer Nilvado que gravemente ferido foi levado ao Hospital em Brasiléia e posteriormente transferido para Rio Branco.

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS