Rio Branco,

aaa

Acusados de decapitar jovem de 19 anos vão a Júri Popular

Crime insano

Lilian Camargo, da Redação Ecos da Notícia
- Publicidade-

O juiz da Primeira Vara do Tribunal do Júri, Leandro Leri Gross, decidiu nesta semana que os acusados de matar a jovem Débora Bessa, de 19 anos, decapitada e a golpes de faca em janeiro deste ano vão à Júri Popular.

André de Souza Martins e Luciele de Souza Nascimento, devem responder pelos crimes de homicídio qualificado, corrupção de menores, ocultação de cadáver e ainda por integrar facção criminosa. O Júri deve acontecer no primeiro trimestre de 2019.

Entenda o caso

A jovem Débora Bessa foi encontrada morta em 15 de janeiro deste ano numa região de mata do bairro Caladinho, parte alta de Rio Branco. Alguns dias antes, ela havia gravado um vídeo se desligando de uma organização criminosa e desapareceu ao pegar um mototáxi seis dias antes.

Após a própria família encontrar o corpo da jovem em uma cova rasa, um vídeo passou a ser divulgado nas redes sociais e mostrava a forma violenta como foi assassinada a golpes de faca e terçado por pelo menos três envolvidos que participaram diretamente.

André foi identificado como o responsável pela decapitação, Luciele de Souza apontada como autora da gravação e um menor identificado como o que realiza as perfurações de arma branca no corpo da vítima. Este último, responde pelo crime no Instituto Sócio Educativo

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS