Rio Branco,

aaa

Presidiário foragido que matou quatro pessoas é recapturado dentro da selva

"Fim da caçada"

Da Redação Ecos da Notícia
- Publicidade-

Uma das vítimas de Francisco Rodrigues teve a garganta cortada e a outra foi morta a pauladas

 

Vida Loka foi ferido a tiros. após reagir a prisão e tentar atirar contra policiais militares.

O fim da “caçada” ao presidiário Francisco Rodrigues da Silva, de 30 anos, “vida loka” foragido do presídio Moacir Prado em Tarauacá durou oito meses e teve fim com a recapturado dele dentro da selva amazônica, na manhã deste sábado (17), na região do município de Envira no Amazonas fronteira do o estado do Acre.

Considerado extremamente violento, “Vida loka” fugiu em março deste ano em companhia de outros dois detentos, após cavarem um buraco na parede do Presídio Moacir Prado em Tarauacá.

De acordo com o diretor da unidade prisional Edir Oliveira, o presidiário foragido foi recapturado em uma região de difícil acesso e quando os policiais militares chegaram no local em que se estava escondido foram informados que “Vida Loka” teria isso caça na mata.

 

Foragido perigoso reage a prisão e é baleado por policiais militares

Ao serem informados que Rodrigues estaria caçando na mata, os policiais militares decidiram permanecer no local, mas escondidos objetivando surpreende-lo e evitar nova fuga.

Por volta das 6 horas, o foragido chegou no seringal onde estava escondido. Quando os militares o cercaram e anunciaram a prisão, Francisco reagiu com violência sacando da espingarda e apontando em direção a guarnição que se viu obrigada a efetuar tiros nas pernas do criminoso para conte-lo.

Após uma viagem de horas em um barco, “Vida Loka” foi escoltado ao Hospital de Tarauacá, onde recebeu atendimento médico e depois de receber alta reconduz\ido ao Presídio Moacir Prado.

 

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS