Rio Branco,

aaa

Moro se reúne em Brasília com delegados da PF e auxiliares da transição

Reforçando equipe

Por Camila Bomfim e Guilherme Mazui , TV Globo e G1

Futuro ministro da Justiça conversou com delegados que atuaram na Operação Lava Jato. Ele disse que pode definir ainda nesta semana o nome do próximo diretor da Polícia Federal.

- Publicidade-

Moro almoçou após reunião no gabinete de transição, em Brasília — Foto: Guilherme Mazui/G1

O futuro ministro da Justiça do governo de Jair Bolsonaro, Sérgio Moro, se reuniu nesta segunda-feira (19) em Brasília com integrantes da equipe de transição.

Moro almoçou no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), onde funciona o gabinete de transição, com dois delegados da Polícia Federal que atuaram na Operação Lava Jato: a delegada Érika Malena e o ex-superintendente da PF no Paraná Rosalvo Franco.

Érika Marena e Rosalvo Franco estão auxiliando na transição, de acordo com o futuro ministro, que conversou rapidamente com jornalistas ao final do almoço.

Moro foi questionado sobre a possibilidade de definir nesta semana o nome do futuro diretor-geral da Polícia Federal. O futuro ministro disse que “talvez” faça a escolha nos próximos dias. Também há possibilidade de anúncio de outros nomes da equipe de Moro.

Moro almoçou com delegados da PF no Centro Cultural Banco do Brasil, em Brasília

Moro almoçou com delegados da PF no Centro Cultural Banco do Brasil, em Brasília

Entre delegados, o nome de Érika circula como uma possibilidade de ocupar o cargo de diretora-geral da Polícia Federal. O atual superintendente da PF no Paraná, Maurício Valeixo, também está entre os cotados ou para esse cargo ou para um cargo estratégico na estrutura do MJ.

A interlocutores, segundo apurou a TV Globo, Moro já disse que o futuro chefe da PF deve ser alguém que atuou na Lava Jato. O atual diretor-geral é o delegado Rogério Galloro, indicado no governo do atual presidente Michel Temer.

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS