Rio Branco,

aaa

Após repercussão negativa, Sebastião desiste de projeto que garantiria sua segurança após o término do mandato

- Publicidade-

Após a repercussão negativa da apresentação de um projeto que garantiria segurança do governador Sebastião Viana, do PT, por um período de 36 meses prorrogáveis por mais 36 após o encerramento de seu mandato à frente do Poder Executivo, o líder do governo, Daniel Zen (PT) comunicou na tribuna da Aleac, que o chefe do executivo solicitou a retirada da matéria da pauta de votações da Assembleia Legislativa do Acre

Por AC 24 horas –

O Projeto estenderia o benefício aos chefes do legislativo e judiciário. Depois de um acalorado debate com Nelson Sales, Daniel Zen ocupou a tribuna no grande expediente para destacar que, se o governador imaginasse toda celeuma em torno do projeto, ele não teria sido apresentado. O petista informou ainda que a matéria não seria de interesse de Sebastião, mas da vice-governadora Nazaré Araújo.

Oposição ameaçou esvaziar sessão para votar projeto que pede segurança para Sebastião

O deputado Nelson Sales (Progressistas) disse na manhã desta quinta-feira (1) que a oposição vai esvaziar a sessão que for colocado em pauta o projeto que garante a segurança do governador Sebastião Viana, do PT, por um período de 36 meses prorrogáveis por mais 36 após o encerramento de seu mandato à frente do Poder Executivo Estadual.

O Projeto estende o benefício aos chefes do legislativo e judiciário. Para Sales, “finalmente o governador concluiu que o cidadão comum não tem segurança. Quando ele volta a ser um cidadão comum, ele percebe que precisa da PM. A mesma PM que ele negligenciou, retirou das escolas e do PS. O governador nunca respeitou essa Casa e está dando o bote definitivo para desmoralizá-la”.

Segundo o oposicionista, Sebastião Viana estaria jogando uma casca de banana quando coloca o judiciário e o legislativo em primeiro lugar no projeto. “Mais uma vez desrespeitar a própria base que ele não deu apoio para reeleição. O gabinete militar tem maior efetivo que o município de Santa Rosa. Vamos esvaziar a Casa e pedir para os colegas que não se curvem ao governador”, diz Sales

O líder do governo, Daniel Zen (PT) pediu um aparte e informou que o projeto “não foi aprovado nem nas comissões”. O petista destaca que a PM foi a categoria que teve o maior índice de reajuste no governo do PT. “Votar contra é natural, só não pode mentir”, disse Zen

Nelson Sales retrucou e disse que a oposição estaria esvaziando as sessões de ontem e hoje, porque Daniel Zen estaria articulando para colocar a prestação de contas de Sebastião na pauta de votações da Aleac.”O que existe aqui é esperteza deste governo. Os policiais trabalharam sem farda, munição, colete e combustível”, finaliza.

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS