23 outubro 2021 8:26 pm
29.3 C
Rio Branco
23 outubro 2021 8:26 pm

Adolescente é encontrado morto dentro de cela de centro Socioeducativo em Rio Branco

Da Redação Ecos da Notícia
- Publicidade-

A morte de um adolescente e interno do Centro Socioeducativo Acre, localizado na Estrada Apolônio Sales, será investigada pela Polícia Civil.

 

De acordo com informações a morte do adolescente Arlesson Freitas de Souza, de 18 anos que cumpria medida socioeducativa por roubo (assalto) e tentativa de homicídio foi registrada na noite deste sábado (17), dentro de uma cela do centro socioeducativo Acre.

Segundo o que a polícia já conseguiu apurar o adolescente dividia a cela com mais três menores de 18 e 17 anos.

Na noite de sábado teve uma confusão na cela que evoluiu para luta corporal que resultou na morte do adolescente por enforcamento e espancamento.

Os três internos suspeitos de cometerem o crime foram levados à Delegacia de Flagrantes – DEFLA e na manhã deste domingo (18), após Audiência de Custodia, os dois maiores de 18 anos foram transferidos para o Presídio Estadual Dr. Francisco D´Oliveira Conde, e o menor de 17 anos foi encaminhado para outro Centro Socioeducativo.

 

Internos negam participação em morte de colega

 

Segundo Rafael Almeida, diretor presidente do ISE, ocorreu no interior do alojamento 01 do bloco B, em que estavam internados, quatro adolescentes, entre eles a vítima que foi morta por asfixia e espancamento.

Os três internos negaram o envolvimento no crime, mas segundo Rafael não restam dúvidas, porque os três apresentavam hematomas de luta corporal, além de estarem somente eles e a vítima.

A motivação para o crime ainda não foi revelada, mas as autoridades policiais e judiciais já tomaram providencias.

Governo divulga Nota a respeito do caso

 

NOTA OFICIAL

 

O governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) e do Instituto Socioeducativo (ISE), lamenta o falecimento do adolescente de 18 anos,  Arlesson Freitas e Souza, ocorrido às 19h deste sábado, 17, no Centro Socioeducativo Acre, asfixiado e espancado por colegas de alojamento. Ao tomar conhecimento do fato, a pedido do ISE, a Polícia Civil enviou uma equipe de peritos para os procedimentos legais. Imediatamente, todos os envolvidos foram conduzidos à Delegacia de Flagrantes (Defla) e instaurado inquérito policial para apurar responsabilidades e punir aqueles que cometeram o crime. Paralelo à rigorosa apuração policial, um procedimento interno foi instaurado, com o acompanhamento da Corregedoria do ISE, a fim de averiguar todas as circunstâncias e dar os encaminhamentos jurídicos de praxe. Por fim, nos solidarizamos a família e ressaltamos que todas as medidas adotadas buscam que a verdade seja trazida à luz, garantindo que a sociedade seja esclarecida.

 

 

Rafael Almeida de Sousa

Diretor-presidente do ISE

Del. Carlos Flávio Gomes Portela Richard

Secretário de Estado de Polícia Civil e Segurança Pública

- Publicidade-
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS