Connect with us

esporte

SRT e Atlético Brasileense vencem na rodada do Campeonato Acreano de Futsal Feminino

Publicado

em

Duas partidas da sequência do segundo turno do Campeonato Acreano de Futsal Femininoforam disputadas no último sábado (3), nas cidades de Rio Branco, capital do estado, e Xapuri, no interior. Com vitórias dos visitantes, os resultados colocaram o SRT na liderança do grupo e embolaram a classificação do grupo, que tem quatro equipes empatadas com três pontos.

Em Rio Branco, no ginásio do Colégio Militar, o Atlético Brasileense estreou batendo o Veneza B por 2 a 1, pelo grupo B. Com a vitória, a equipe se iguala a Pista, SRT Sub-20 e Atlético-AC, todos com três pontos. Veneza B e Rio Branco ainda não pontuaram na chave.

No grupo A, na cidade de Xapuri, o SRT superou o Atlético Xapuriense em uma partida de nove gols. Vitória por 5 a 4 e a liderança do grupo com seis pontos. O Atlético Xapuriense ainda não somou pontos.

O estadual de futsal feminino tem dois jogos marcados para esta terça-feira (6), no ginásio Álvaro Dantas, em Rio Branco. Às 19h, o Veneza B enfrenta o Atlético-AC, pelo grupo B. Logo em seguida, o Veneza A encara o Volta Redonda, em duelo do grupo A.

No segundo turno, as equipes se enfrentam dentro do próprio grupo e os quatro melhores de cada chave passam às quartas de final. O Atlético-AC, campeão do primeiro turno, já está garantido na decisão da competição. Se vencer o segundo turno, será declarado campeão estadual.

Continue lendo

esporte

A história das edições da Copa América disputadas no Brasil

Publicado

em

Redação Ecos da Notícia

Futebolisticamente falando, no Brasil, esse ano de 2019 fica marcado pela organização de mais uma edição da Copa América, torneio de seleções mais antigo do mundo. Essa será a quarta vez que o país recebe o torneio e, como tal, abordamos as outras quatro ocasiões em que se disputou em solo “Canarinho”.

1919

A terceira edição da Copa América organizada pela CONMEBOL, à época denominada Campeonato Sul-Americano de Futebol, se disputou no Brasil entre os dias 11 e 29 de maio de 1919. Em prova estiveram apenas quatro seleções: o anfitrião Brasil, a rival Argentina, o Chile e o Uruguai.

O torneio se disputou inteiramente no Rio, com o estádio das Laranjeiras a ser o palco designado para a realização dos jogos. As quatro equipas ficaram naturalmente agrupadas em um só grupo disputado a turno único, com vitória final do Brasil. Os anfitriões terminaram com os mesmos cinco pontos que o Uruguai na liderança do grupo, levando a decisão para um encontro de desempate. Aí, o Brasil levou a melhor com triunfo por um a zero, consumado graças a um gol de Friedenreich, artilheiro da competição que marcou na prorrogação e definiu o jogo em um a zero.

O torneio ficou marcado pela negativa devido ao falecimento de Roberto Chery, goleiro do Uruguai que não resistiu a uma apendicite aguda.

1922

O designado Campeonato Sul-Americano se disputava anualmente, ao contrário do que acontece nos dias de hoje. Como tal, três anos após a disputa da primeira edição de sempre no Brasil, o país voltou a receber a prova, desta feita em sua 6ª edição. Os locais viriam a celebrar novamente, desta feita com cinco times em vez de quatro e um estreante no Brasil que se sagrou vice-campeão.

De 17 de setembro a 22 de outubro, Brasil, Paraguai, Uruguai, Argentina e Chile estiveram em competição. Pela primeira vez na história do Campeonato Sul-Americano, três times acabaram empatados no topo do grupo, cada qual com cinco pontos: Brasil, Paraguai e Uruguai. Não obstante, como forma de protesto contra a arbitragem, os “Charrúa” abandonariam a competição e o jogo extra seria disputado por brasileiros e paraguaios, ganho pelo time local por três a zero, apesar de não ter contado com Arthur Friedenrich. Em ano de Centenário da Independência, o Brasil recebeu uma competição em que a Argentina, campeã em título, não pôde contar com os jogadores de alguns dos principais emblemas.

1949

Edição número 21, oito seleções a concurso, novo título para o Brasil no seu próprio território.

Volvidos 27 anos, a seleção brasileira retornou ao topo do futebol sul-americano, uma vez mais à custa do adversário que tinha vencido no jogo de desempate em 1922: o Paraguai. Em São Januário, perante mais de 50 mil torcedores, a “Canarinha” goleou o Paraguai por sete a um com um hat trick de Ademir e se sagrou campeã sul-americana, em uma competição que não contou com a participação da Argentina mas teve em cena Paraguai, Perú, Bolívia, Chile, Uruguai, Equador e Colômbia.

Em 1958, o Brasil venceria pela primeira vez uma edição da Copa do Mundo.

1989

Sem surpresas uma vez que falamos da edição mais recente da prova, a Copa América 2019, já sob essa mesma designação, foi de todas as edições recebidas pelo Brasil aquela que mais se assemelhou ao atual formato. Dez times a concurso, dois agrupamentos de cinco e diferia posteriormente: um grupo final ao invés de eliminatórias.Tal como não três edições edições anteriores disputadas em s
olo brasileiro, a “Canarinha” terminaria com o troféu nas mãos. Após ultrapassar seu grupo na primeira posição com três vitórias em três desafios, venceria o grupo da fase final também com as mesmas três vitórias. Volvidos 30 anos, os eleitos de Tite querem manter o registo 100 por cento vitorioso em edições da Copa disputadas no Brasil.

2019

Sem vencer uma edição da Copa América desde 2007, a seleção brasileira espera manter o registo 100 por cento vitorioso em solo nacional. 12 seleções vão discutir uma competição em que, segundo as odds da Betway a 16 de janeiro, Brasil (13/8) e Argentina (5/2) são os favoritos ao triunfo final. O início da competição está agendado para dia 14 de junho e a final prevista para 7 de julho. Brasil, Argentina, Uruguai, Colômbia, Chile, Peru, Venezuela, Paraguai, Equador, Bolívia, Japão e Qatar, as últimas duas seleções asiáticas que vão estar em prova na condição de convidadas.

Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Salvador e Porto Alegre são as cidades que vão receber a edição 46 da Copa América, quarta grande competição esportiva organizada pelo Brasil em um intervalo temporada de seis anos.

 

Continue lendo

esporte

Lateral esquerdo do sub-20 do Galvez passará por testes no Oeste de São Paulo

Publicado

em

Assessoria/Galvez

Com um bom desempenho realizado na Copa São Paulo de Futebol Júnior, vários times ficaram interessados nos garotos do sub-20 do Galvez, além do Erick que irá para o Vasco da Gama, o lateral esquerdo do Imperador, Sidnei Cesar Soares, mais conhecido como Side, se apresentará ao Oeste Futebol Clube no dia quatro de fevereiro.

Ele irá incorporar ao sub-20 do Oeste e passará por um período de 20 dias de testes e adaptação ao clube. O rubro-negro, que não é o Flamengo, disputará a séria “B” do Campeonato Brasileiro de 2019 e a Copa do Brasil de Juniores.

“Essa é uma ótima oportunidade de mostrar o que mais sei fazer, jogar futebol, e a minha ida para o Oeste, é uma porta que se abre na minha vida profissional, espero atender as expectativas e desempenhar um bom futebol, mas sou agradecido ao Galvez e o professor Oziel que confiou em mim”, declarou Sidnei Cesar Soares.

O presidente do Galvez Esporte Clube, Edener Franco, comentou que a ida desses garotos para o futebol dos grandes centros é fruto de um trabalho dedicado desenvolvido nas bases.

“Trabalhamos fortemente com as categorias de base, os garotos não só treinam, mas também recebem disciplina para se tornarem cidadãos de bem além de fazerem o que gosta, e a melhor resposta é essa, o reconhecimento nacional do futebol acreano”, afirmou.

Continue lendo

esporte

Goleadas, rebaixamento e semis definidas: a última rodada do Acreano de Futsal

Publicado

em

Por Globo Esporte/G1 Acre –

A primeira fase do Campeonato Acreano de Futsal está finalizada. Neste fim de semana, três partidas completaram nona e última rodada e definiram o quarto time classificado às semifinais, além da segunda equipe rebaixada para a segunda divisão em 2019. Foram 38 gols marcados.

No último sábado (3), na cidade de Xapuri, o Atlético Xapuriense garantiu a primeira colocação ao bater o Rivera por 5 a 2. O resultado beneficiou o Palmeiras, que ficou com a quarta colocação e se garantiu nas semifinais.

Em Sena Madureira, o Sena Madureira não deu chances ao Villa, já rebaixado, e goleou por 11 a 4, assegurando a segunda posição.

Neste domingo (4), no município de Feijó, o Juventus de Feijó venceu o Murbanense por 10 a 6, se garantiu na elite do futsal acreana na próxima temporada e decretou o rebaixamento do representante de Manoel Urbano para a segunda divisão.

Com os resultados, os duelos das semifinais estão definidos. O Atlético Xapuriense, primeiro colocado, vai encarar o Palmeiras, quarto classificado. No outro duelo, o Sena Madureira, segundo lugar, enfrenta o Big Bran, atual bicampeão, que se classificou em terceiro.

As semifinais serão disputadas em jogos de ida e volta com as equipes de melhor campanha fazendo a segunda partida como mandante. A Federação Acreana de Futsal (Fafs) deve divulgar no decorrer desta semana as datas e horários dos duelos.

Continue lendo

Veja também

Mais lidas

Portal de notícias do Acre | Diretor e Redator - Lenilda Cavalcante FENAJ 084 | Copyright © 2006-2018 ECOS DA NOTÍCIA - Todos os direitos reservados.