Rio Branco,

aaa

Quando a carcaça não aguenta, o amor sustenta.

- Publicidade-

Técnico em informatica e estudante de biologia, Caio Leandro, de 29 anos sofreu um acidente de trânsito na última sexta-feira (12), socorrido pelo SAMU foi encaminhado ao Pronto Socorro, onde aguarda para ser submetido a cirurgia. De acordo com informações de médicos não tem material cirúrgico no Hospital de Urgência e Emergência – HUERB, nem no Hospital Central – HC, tão pouco na Fundação Hospitalar.

Enquanto aguarda Caio Leandro passou a registrar a própria vias cruzes, como também a de outros pacientes que passam por corredores e enfermarias lotados.

Paciente do HUERB que aguarda a compra de material para ser submetido a cirurgia ortopedica registra a própria agonia e de outros pacientes escrevendo estorias da vida real.

Por: Caio Leandro

Diante da resposta que não há material para a cirurgia resta a fé e o amor.

Marizete França da Silva, 53 anos…

A esposa de ferro, sempre feliz, sorridente, parece que nada pra ela está ruim cuidando de seu esposo, Francisco Soares Alves, que completará 60 anos no próximo dia 21 deste mês.

O seu Chico reside em Nova California – RO, onde descobriu uma fragilidade nos ossos, que vieram a fraturar assim, do nada, simplesmente quebrou, mas o mistério persiste, pois Seu Francisco não tem osteoporose, e ninguém consegue descobrir qual o vetor do problema.

O trajeto de Seu Francisco e dona Marizete até Rio Branco foi:

Saindo de Nova California para Plácido, fez radiografia e vieram pra Rio Branco…

As dores noturnas recebem o afago da mulher amada que não se importa de dormir embaixo da maca. O corpo acostumou e o amor supera mais uma vez

Voltou pra Plácido de Castro com uma nova radiografia feita em Rio Branco, nada descoberto então voltaram para Nova California, e passou mal de novo e foram pra Extrema… E agora novamente, estão em Rio Branco…

QUE VIAGEM!

E agora estão aqui, a perícia do inss NÃO APROVOU A APOSENTADORIA do seu Francisco, informando apenas que eles poderiam recorrer e tentar novamente outra perícia.

Como ele é lúcido, consegue avisar a sua esposa sobre suas necessidades fisiológicas.

E ela usa uma garrafa de álcool, cortada na parte de cima para urina. E saco de lixo para fezes. Ela não recebe ajuda de nenhum profissional para essas tarefas. Troca lençol com ele em cima da cama, e com um pano úmido de água e sabão, mantém ele sempre limpo. Mesmo assim ela faz tudo sorrindo, e antes de dormir, trocam carinhos como um casal apaixonado, segurando um na mão do outro, até dormir.

-Dona Marizete, a senhora tá sempre cuidando tão bem do velho Chico.
– Sempre! A pessoa já tá internada, nessa situação ruim, então tudo eu faço com muito carinho e dedicação com toda aquela paciência… as vezes ele dorme eu desço pra tomar um cafézinho e volto…

– Eu tava vendo ali que a senhora ainda segura na mão dele, troca uns carinhos! É muito amor né?

Essa ela só respondeu dizendo:

– Dá aqui neném…

Ele pegou a mão dela… e assim ficaram até dormir.

Fim.

Rio Branco – Ac, 16 de Outubro de 2018. HUERB – Leitos de Traumatologia

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS