Rio Branco,

aaa

Confronto entre facções ferem dois Bombeiros militar que podavam árvores no 4º Bis

- Publicidade-

Dois soldados do Corpo de Bombeiros que podavam arvores em mata na área do 4º Bis ficaram no fogo cruzado entre integrantes de facções foram atingidos a tiros. Um Bombeiros foi ferido gravemente.

Redação Ecos da Notícia –

Os bombeiros Rômulo Campus de Noronha e Joseano Cândido da Conceição  foram alvo de tiros na manhã deste sábado (27), em uma área militar do 4ª BIS (Batalhão de Infantaria e Selva), na área do Círculo Militar, localizado no bairro Bosque, em Rio Branco.

De acordo com o informado por testemunhas, os militares estavam podando árvores quando foram baleados por criminosos que trocavam tiros com facção rival entre os bairros Placas e São Francisco.

Os tiros teriam sido efetuados por criminosos de facções rivais durante um confronto na manhã deste sábado (27), nas proximidades da área de mata do 4º Batalhão de Infantaria e Selva – 4º BIS.

No momento do confronto armado entre membros de facções rivais, os soldados Rômulo e Joseano do Corpo de Bombeiros militar prestavam serviço de podagem de arvores e foram atingidos pelos tiros.

O soldado Rômulo Campus com um tiro no abdômen e Joseano com um tiro no braço.

Os dois militares foram socorridos e em encaminhados ao Pronto Socorro de Rio Branco.

De acordo com informações dois policiais civis que praticavam exercícios nas proximidades ao perceberem a troca de tiros entre as facções teriam intervido.

Reforços de guarnições da Polícia Militar foram acionadas para atender a ocorrência juntamente com policiais civis que também foram acionados.

Três criminosos foram presos e conduzidos a Delegacia de Flagrantes – DEFLA.

Três criminosos foram presos e identificados por Rodrigo Frota de Paiva (20), Mateus Batista da Silva (20) e Geraldo Costa de Paiva (39).

O trio estava na área de mata de onde partiram os tiros que feriram os dois soldados do Corpo de Bombeiros Militar.

Informações do Comando do Corpo de Bombeiros é que o soldado Rômulo atingido com o tiro no abdômen passou por cirurgia e o estado de saúde é considerado grave. O soldado Joseano recebeu atendimento e foi liberado.

 

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS