Ufac lança fórum permanente sobre drogas



Da Ascom/Ufac –

Como parte da programação do 5º Seminário Internacional de Extensão Universitária (Sieu), foi lançado nesta quarta-feira, 10, o Fórum Permanente Drogas: Direito, Prevenção e Cuidado em Rede. A iniciativa integra a Universidade Federal do Acre (Ufac) e outras 49 instituições.

O fórum é uma organização sem fins lucrativos formada a partir da articulação de instituições públicas, privadas e da sociedade civil organizada, com a finalidade de promover o debate sobre uso e abuso de álcool e outras drogas, podendo estimular a iniciativa de prevenção e cuidado, bem como produzir estudos, reflexões e recomendações.



“Esse é um espaço para que professores e alunos, aliados ao Estado e à sociedade civil, possam gerar conhecimento e informação”, destacou o vice-reitor Josimar Batista. “Violência não se combate com violência; é preciso educar. A educação é berço de qualquer processo de crescimento de cidadãos para uma sociedade organizada.”

A ideia de construção do fórum surgiu durante a realização da 4ª Semana Estadual sobre Drogas, realizada em 2016, com participação da Ufac e outras instituições militantes na área. Em julho deste ano, ganhou caráter de fórum permanente.

“Nossa intenção é fortalecer a ótica da prevenção como forma pedagógica de contribuir com a pauta de políticas públicas que se comprometam em planejar e executar ações efetivas para minimizar problemas sociais”, disse a coordenadora do fórum, Marisol de Paula Reis.

A solenidade de abertura contou com a apresentação do coral Liberdade. Também compuseram o dispositivo de honra o pró-reitor de Extensão e Cultura, Isaac da Silva; a representante do governo do Estado do Acre, Suzi Lamas; e o membro da Associação Brasileira de Redução de Danos e vice-coordenador do fórum, Álvaro Augusto Mendes.

O evento contou ainda com a participação do defensor público e professor do curso de Direito da Ufac, Rafael Figueiredo; e dos professores convidados Alex Jorge das Neves e Leandro Domingos Barreto, para a conferência “Violências, Sociedades e Conflitos”.


Notícias Relacionadas