Rio Branco,

aaa

“Só puta”, classifica internauta sobre movimento de mulheres contra Bolsonaro

- Publicidade-

As redes sociais fervilham ao passo que se aproximam as Eleições 2018 e virou terra sem lei, campo de guerra virtual. A assertiva é comprovada com as palavras ofensivas que vez e outra são disparadas em apoio aos candidatos, independentes dos partidos ou ideologias partidárias. No Acre, essa realidade é perceptível.

Com a notícia de que no próximo sábado (29) o movimento de mulheres contrárias ao presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) sairão pelas ruas para protestar e massificar a hashtag #elenão, alguns “bolsominios” reagiram e passaram atacar o grupo trazendo para o debate questionamentos e palavras ofensivas.

Um internauta, identificado de Plácido de Castro e que se diz Vigilante da Empresa VIP Segurança Privada foi além e classificou como “Só putas” o grupo anti-Bolsonaro que marchará no sábado. A classificação depreciativa recebeu apoio de outros internautas, inclusive de mulheres que também apoiam o presidenciável e se consideram extremistas.

A postagem do vigilante já vem sendo compartilhada em grupos de WhatsApp. Alguns membros querem reparação na justiça e ameaçam representar o internauta na justiça para que faça uma reparação a mensagem ofensiva. Com informações da Folhadoacre.

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS