Rio Branco,

aaa

Marcus Alexandre opta por “Operação Formiga” para conquistar eleitores

- Publicidade-

O candidato a governador pelo PT, Marcus Alexandre, na tentativa de reduzir a rejeição à sua candidatura e reduzir a vantagem do adversário, Gladson Cameli (PP), tem escolhido agendas corpo a corpo que lhe proporcionem um contato mais direto com o eleitor. Numa espécie de “operação formiga”, o petista, num pouco ali e outro pouco acolá, vai em busca dos eleitores mais resistentes.

Uma de suas principais estratégias são os cafés da manhã na casa de lideranças comunitárias aliadas. Nestes encontros, a vizinhança é convidada a participar para ouvir as propostas do candidato. Marcus Viana, a cada bairro de Rio Branco, mostra familiaridade, tendo o nome das ruas na ponta da língua, assim como dos moradores mais ilustres.

O petista cumprimenta cada participante do encontro e ouve as suas demandas, muitas delas com queixas às políticas (ou a falta delas) do aliado Sebastião Viana. Na Estação Experimental, por exemplo, a grande reclamação foi com o abandono dos antigos centros para a juventude (Ceja) onde ocorriam a prática de atividades culturais e esportivas.

Iniciadas no governo Jorge Viana e mantidas com Binho Marques, foram abandonados por Sebastião. Para os moradores, a falta destes espaços faz com que os jovens virem alvo fácil das facções criminosas.

Desta forma, ouvindo queixas e muitos pedidos de melhorias, Marcus Viana vai conversando com o eleitorado, tentando convencê-lo de que, num eventual governo seu, as coisas serão diferentes, mesmo sua candidatura representando a continuidade. Se a “operação formiga” do petista dará certo, somente as próximas pesquisas vão mostrar, bem como as urnas no dia 7 de outubro. (ac24horas)

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS