Rio Branco,

aaa

Com o tema “Seu voto vale sua vida”, Parada LGBT acontece domingo em Rio Branco

- Publicidade-

Organizadores da XII Semana Acreana de Diversidade realizaram na manhã desta quinta-feira (27) uma coletiva para esclarecimentos sobre as atividades programadas para a Parada do Orgulho LGBT (lésbicas, gays, bissexuais travestis e transexuais), que acontece domingo (30).

A Semana Acreana da Diversidade e a Parada do Orgulho LGBT, popularmente conhecida como Parada Gay, são expressões para sensibilizar sobre o direito das pessoas de viver em fraternidade, alegria, amor e respeito às diferenças, sem privilégios, porém com direitos e oportunidades iguais.

SEU VOTO VALE SUA VIDA

“Nossa responsabilidade é despertar a consciência dos cidadãos a votarem com mais responsabilidade em pessoas comprometidas com os direitos humanos da população LGBT. Não podemos compactuar com esse mundo de intolerância, seja ela qual for”, destacou Germano Marino, presidente do Fórum de ONGs LGBT do Acre.

Marino frisou ainda que é preciso desconstruir o ato como um carnaval fora de época. “Não é festa, é revolução. As pessoas precisam entender porque elas estão ali, que o voto delas é importante. Queremos um ambiente alegre, festivo mas de manifestação”.

PARADA LGBT- CRONOGRAMA

A concentração da Parada começa no Colégio de Aplicação, e segue pela Av. Getúlio Vargas até o Palácio Rio Branco, local escolhido para o ato, pela simbologia. “O Palácio Rio Branco é uma construção histórica, e fica cercado pela Assembleia Legislativa do Acre, Tribunal de Justiça, além de o próprio prédio ser sede simbólica do Governo do Estado”, afirma Marino.

Na Praça do Palácio Rio Branco acontecem shows e apresentações de bandas e artistas locais. O trânsito estará parcialmente fechado na Av. Getúlio Vargas e demais ruas que cruzam ela durante a tarde e noite. Às 20 horas acontece o show nacional da Banda Mais Bonita da Cidade, e da acreana, Los Porongas. Os dois shows são em parceria com o Serviço Social do Comércio (Sesc) no projeto Aldeia Caiçuma das Artes 2018.

A Parada do Orgulho LGBT conta com o apoio do Centro de Atendimento à Vítima (CAV), Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, RBTrans, Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), e Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp).

A organização divulgou uma lista com dicas, conselhos e até mesmo cuidados para se tomar durante a manifestação.

O que NÃO É LEGAL na Parada?

  • Atentado ao pudor, andar nu ou seminu
  • Atos obscenos
  • Brigas e agressões
  • Garrafas de vidro, pois podem servir de arma, se cair ou quebrar podem machucas os participantes
  • Drogas ilícitas
  • Bebida e direção, a organização aconselha o uso de transportes públicos ou alternativos

O que É LEGAL na Parada?

  • Toda e qualquer manifestação de paz
  • Toda e qualquer manifestação de carinho
  • Cartazes, faixas, fantasias e reivindicações
  • Participação de familiares na luta contra a discriminação
  • Respeito com o outro

Fonte: Agência Contilnet

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS