Connect with us

esporte

Fluminense vence e complica Botafogo na luta contra rebaixamento

Publicado

em

Gol da vitória foi de Digão

© LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.

Após três rodadas sem vitórias, o Fluminense voltou a vencer na tarde deste domingo (9), no Maracanã. Com um gol de Digão, o tricolor derrotou Botafogo por 1 a 0.

Em partida intensa, o Fluminense teve chance de abrir o placar logo aos 3min. Dodi apareceu bem pela direita e cruzou na medida para Kayke. O centroavante se posicionou bem, mas viu a bola quicar de maneira irregular e passar por cima.

Apesar da pegada forte, o Botafogo mostrava dificuldade de ficar com a bola. Além disso, o time não conseguia oferecer perigo nos contra-ataques.

Assim, o cenário ficou de pressão total para o Fluminense, que não demorou para abrir o placar. Em cobrança de escanteio, Everaldo tentou bicicleta, mas a finalização saiu torta. Digão foi esperto, se antecipou e, de biquinho, mandou para o fundo das redes: 1 a 0.

O gol de Digão contra o Bota encerrou um incômodo jejum do time, que só tinha comemorado gols feitos por jogadores adversários desde que Pedro deixou o time por lesão.

Contra São Paulo e Cruzeiro, a torcida só festejou por conta de gols marcados por seus adversários. No empate por 0 a 0 contra o Vitória, os tricolores deixaram o Maracanã sem razão para festa.

O Botafogo fez um péssimo primeiro tempo e isso ficou evidente com o simples fato de que o primeiro chute a gol do time ocorreu apenas aos 42min. Rodrigo Lindoso chegou a frente e pegou firme na bola, que tinha endereço. Julio César fez boa defesa e mandou para escanteio.

No lance seguinte, o goleiro do Fluminense voltou a entrar em ação. E foi fundamental ao operar um milagre em cabeceada de Kieza. O atacante do Botafogo apareceu livre na área e mandou para o gol. No reflexo, o camisa 1 botou evitou que a bola entrasse.

Com a vantagem no placar, o Fluminense deu espaço para o Botafogo para apostar nos contra-ataques. O alvinegro mesmo assim pouco chegava ao gol adversário e ainda permitia que o tricolor oferecesse muito perigo à meta de Saulo.

No fim do segundo tempo, o Botafogo teve a grande chance para empatar o jogo. Erik cruzou e viu a bola bater na mão de Ayrton Lucas. Na cobrança, Lindoso bateu mal e viu Rodolfo defender. No rebote, Erik ainda chutou por cima. Erros que decretaram a derrota do alvinegro.

O técnico Marcelo Oliveira tem uma rara semana livre para ajustar os problemas de seu time. Sem compromissos no meio de semana, o tricolor, com 31 pontos na 8ª posição, só volta a campo no próximo domingo, quando encara o Atlético-PR, às 16h, na Arena da Baixada.

O Botafogo, que tem 26 pontos e pode terminar a rodada como último time fora da zona de rebaixamento, recebe o América-MG, no domingo, no Engenhão.

FLUMINENSE

Júlio César (Rodolfo); Léo, Gum, Digão e Ayrton Lucas; Richard, Dodi e Jadson; Luciano (Marcos Júnior), Everaldo (Matheus Alessandro) e Kayke. T.: Marcelo Oliveira

BOTAFOGO

Saulo; Marcinho (Luís Ricardo), Igor Rabello, Marcelo e Moisés; Matheus Fernandes (Rodrigo Pimpão), Rodrigo Lindoso, Gustavo Bochecha e Luiz Fernando (Brenner); Erik e Kieza. T.: Zé RicardoEstádio: Maracanã, no Rio

Juiz: Leandro Pedro Vuaden (RS)

Cartões amarelo: Marcelo, Moisés, Erik e Marcinho (B) Luciano, Ayrton Lucas e Digão (F)

Gols: Digão, aos 10min do 1º tempo

Continue lendo

esporte

Goleiro acreano fica fora da Copa América

Publicado

em

Por ac24horas

O técnico Tite, da seleção brasileira, frustrou a enorme torcida acreana que esperava pela convocação do goleiro Weverton, para a Copa América, que será disputada no Brasil entre 14 de junho e 7 de julho.

Revelado pelo Juventus do Acre, Weverton, que nasceu em Rio Branco, tem 31 anos e tem como destaque suas passagens pela Portuguesa, Atlético Paranaense e Palmeiras. Como principais títulos, os nacionais da Série B em 2008 e 2011, o título da Série A no ano passado e a conquista da medalha de ouro nas Olimpíadas do Rio de Janeiro em 2016.

Apesar de viver ótima fase no alviverde paulista e ter sido chamado na última convocação, Tite optou pelos goleiros Alisson (Liverpool da Inglaterra), Ederson (Manchester City também da Inglaterra) e Cássio do Corinthians.

Além dos três goleiros, Tite convocou os seguintes jogadores para a Copa América:

Laterais – Alexsandro (Juventus-Itália), Daniel Alves (PSG-França), Filipe Luís (Atlético de Madri-Espanha) e Fagner (Corinthians);

Zagueiros – Eder Militão (Porto-Portugal), Marquinhos (PSG-França), Thiago Silva (PSG-França) e Miranda (Inter de Milão-Itália);

Meio campo – Allan (Napoli-Itália), Arthur (Barcelona-Espanha), Casemiro (Real Madrid-Espanha), Fernandinho (Manchester City-Inglaterra), Lucas Paquetá (Milan-Itália) e Philippe Coutinho (Barcelona-Espanha);

Atacantes – David Neres (Ajax-Holanda), Éverton (Grêmio), Firmino (Liverpool-Inglaterra), Gabriel Jesus (Manchester City-Inglaterra), Neymar (PSG-França) e Richarlison (Everton-Inglaterra).

Continue lendo

cidades

Quase 70% dos internautas reprovam mudança de nome da Arena da Floresta

Publicado

em

Por G1 Acre

Opção ‘Não’ é a mais votada em enquete proposta pelo GloboEsporte.com com 68,38% da preferência

Se depender da opinião dos internautas, a Arena da Floresta não deve ter o nome modificado pela atual gestão do governo, que estuda uma possível alteração no futuro. Em enquete proposta pelo GloboEsporte.com, 68,38% dos votos escolheram a opção “Não” para responder a pergunta: “Arena da Floresta mudar de nome: você aprova?”.

Resultado final enquete mudança nome Arena da Floresta — Foto: Reprodução/GloboEsporte.comResultado final enquete mudança nome Arena da Floresta — Foto: Reprodução/GloboEsporte.com

Resultado final enquete mudança nome Arena da Floresta — Foto: Reprodução/GloboEsporte.com

A enquete ficou aberta para participação do público por uma semana. A opção “Sim” foi a preferida de 31,62% dos votos.

A Arena da Floresta foi inaugurada em 17 de dezembro de 2006. A partida de estreia do estádio foi entre Rio Branco-AC e Seleção Brasileira Sub-20, que terminou com vitória do Estrelão por 2 a 1. O atacante Rogério Tarauacá, que defendia o Alvirrubro à época, foi o autor do primeiro gol.

Rogério Tarauacá marca 1º gol da Arena da Floresta, em 2006 — Foto: Reprodução/Rede Amazônica AcreRogério Tarauacá marca 1º gol da Arena da Floresta, em 2006 — Foto: Reprodução/Rede Amazônica Acre

Rogério Tarauacá marca 1º gol da Arena da Floresta, em 2006 — Foto: Reprodução/Rede Amazônica Acre

Desde então, a praça esportiva é palco de jogos importantes dos clubes acreanos no cenário estadual e nacional.

Continue lendo

esporte

Que fase: Times do Acre continuam sem vencer no brasileirão

Publicado

em

Por oaltoAcre

Ainda não foi neste fim de semana que o futebol acreano conseguiu a primeira vitória em uma competição nacional. Das três equipes que entrar em campo, ninguém conseguiu um triunfo. Foram dois empates e uma derrota.

No sábado, jogando em Manaus, o Galvez foi goleada pelos donos da casa por 5×2, em jogo válido pela série D. Domingo, em Varginha, interior de Minas Gerais,.o Atletico empatou em 0x0 com o Boa Esporte pela série C.

Ainda no domingo, na Arena da Floresta, o Rio Branco ficou no empate sem gols com o Fast/AM  Essas mesmas equipes voltam a campo no próximo final de semana, buscando a primeira vitória do futebol acreano no brasileirão.

Continue lendo

Veja também

Mais lidas

Portal de notícias do Acre | Diretor e Redator - Lenilda Cavalcante FENAJ 084 | Copyright © 2006-2018 ECOS DA NOTÍCIA - Todos os direitos reservados.