Connect with us

polícia

Gás lacrimogênio foi lançado acidentalmente por militar durante desfile cívico em Rio Branco

Publicado

em

O comando da Polícia Militar do Acre (PM-AC) informou que o gás lacrimogênio que causou correria e tumulto durante o desfile cívico, nesta sexta-feira (7), foi lançado acidentalmente por um policial da corporação. Várias crianças e adultos que assistiam o desfile passaram mal ao serem atingidas com o gás.

O evento correu na Avenida Getúlio Vargas, no Centro da capital acreana, em comemoração a Independência do Brasil. Imagens aéreas capturadas pela equipe da Rede Amazônica Acre mostram o momento em que um homem passa um material para outro, que sai espalhando o gás entre as crianças que desfilavam. Depois ele sai correndo do local. Em seguida, começa um tumulto e correria entre as pessoas.

“Foi um incidente que aconteceu, a Polícia Militar sai para salvar vidas, não para causar transtornos e nem trazer nenhum tipo de tumulto. A Polícia Militar, Governo do Estado e Sistema de Segurança Pública pedem desculpas aos pais e alunos que passaram por esse incômodo, mas, infelizmente, incidentes acontecem. Quem nunca errou que atire a primeira pedra”, argumentou o coronel Marcos Kinpara.

O comandante explicou que houve uma troca no momento de selecionar os dispositivos. O que deveria ser usado era o sinalizador, que tem uma fumaça colorida, mas o policial acabou soltando uma granada de gás lacrimogênio no local.

“Elas são muito parecidas, o policial que fez a seleção e o que estava fazendo o acionamento dos dispositivos são altamente preparados, têm curso na área. Foi um equívoco e de imediato que soubemos o policial foi identificado, inclusive, ele se machucou, porque tentou segurar a granada com a mão e teve queimaduras de segundo grau. Ele recebeu antedimento, estava com os filhos lá também”, falou.

Ainda segundo Kinpara, o policial que lançou a granada recebeu o material de outro PM, responsável pela seleção. O comandante ressaltou que a corporação lamenta o ocorrido e que a Corregedoria apura a situação.

“Na hora que o gás foi acionado e ele percebeu tentou sair e segurar para que o gás não saísse, mas a granada é quente, de metal, e machucou as mãos no intuito de causar menos impacto. Os policiais estão extremamente tristes com o evento porque ninguém quer um desfecho desses, mas aconteceu e não teve nenhum tipo de ataque”, complementou.

O coronel ressaltou ainda que todos os policiais são treinados no manuseio do material. Ele prometeu ainda um novo evento para que o colégio militar possa desfilar novamente.

“Acontecem falham em todos os locais, infelizmente foi hoje e felizmente não teve ferimentos graves. Já estamos preparados para trazer o colégio militar para desfilar novamente porque alguns já pediram e eu vou fazer um evento para que esses alunos desfilem”, confirmou.

Fonte: G1-Acre

Continue lendo

polícia

Vítima de roubo reage mata um e fere outro assaltante em Rio Branco

Publicado

em

Da Redação Ecos da Notícia

A tentativa de roubo aconteceu na noite desta segunda-feira (19), na BR 364 entrada do residencial Rosa Linda, quando a vítima que não teve o nome revelado foi abordado por dois ciclistas que anunciaram o assalto.

Armada a vítima que supostamente seria um policial a paisana reagiu a intenção criminosa e atirou no peito do adolescente Anderson Ferreira da Silva, de 17 anos que não resistiu e morreu no local.

O segundo assaltante que seria outro adolescente de 15 anos foi baleado na coxa, foi socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência SAMU e encaminhado ao Pronto Socorro de Rio Branco.

O corpo da vítima fatal foi resgatado por Peritos do Instituto Médico Legal – IML.

A polícia não revelou a identidade da vítima se tentativa de roubo que findou por matar um acusado e ferir o outro, e também não confirmou ser policial ou não a pessoa que reagiu a tentativa de roubo.

Continue lendo

polícia

Tatuador casado é denunciado por assediar clientes em Rio Branco

Publicado

em

Por ac24horas

Pelo andar da carruagem o bonde parece já estar andando sobre o assédio do profissional de tatuagem com clientes em seu estúdio na cidade de Rio Branco. Em menos de 24 horas, já apareceram outras vítimas.

ENTENDA O CASO

***O dia ainda nem completou suas 24 horas, e meu direct no instagram já está bombando de novas vítimas do profissional (que pelo visto não tem nada de profissional), com relação a assédio sexual.

Na semana que se passou duas das vítimas me relataram com riqueza de detalhes como o tatuador faz esse tipo de assédio em suas clientes. As vítimas em questão me afirmaram que é só uma questão de alguém denunciar ou deixar um alerta para que apareçam vítimas do tatuador. E não é que apareceu mesmo.

COMO O TATUADOR AGE

***O mesmo não se importa se a vítima e casada ou tem namorado. Até o momento que escrevia está coluna, não havia informação de assédio em menores de idade. E caso apareça a coisa deve ficar seríssima.

As vítimas sempre relatam a mesma forma de agir do tatuador, que ao término do trabalho, pede uma foto com ele para fazer divulgação do seu trabalho nas redes sociais. E nesse momento que os relatos ficam mais íntimos, pois as vítimas que entraram em contato via direct do instagram, relatam quase o mesmo tipo de situação.

“No momento eu achei que ele iria tirar a foto somente da tatuagem, ou ao meu lado com a tatuagem a mostra. Mas ele me agarrou por trás e ficou bem próximo. Na hora não me toquei, num súbito de entendimento da situação sai bruscamente e não aceitei tirar a foto.” – relata uma das vítimas.

NOVAS VITIMAS

***O Fato já deve começar a ser investigado com o surgimento de possíveis novas vítimas que se sentirem molestadas ou assediadas pelo tatuador ou por qualquer outro profissional da cidade.

Vale ressaltar que o tatuador tem esposa, filhos, mas na hora do assédio, ele não leva isso em consideração, sendo que esse tipo de ato ´da CADEIA. Sempre que for usar esse ou qualquer tipo de serviço, se informe antes, não acredite somente em fotos na internet, ou somente em indicação de blogueiras e afins.

ASSÉDIO É CRIME, se você passou por isso DENUNCIE.


Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do ac24horas.

Continue lendo

polícia

Criminoso cumpre ameaça e executa jovem a tiros

Publicado

em

Da Redação Ecos da Notícia

O crime de execução a tiros aconteceu na noite deste sábado (17),  no bairro do João Alves, no município de Cruzeiro do Sul, região do Vale do Juruá, distante cerca de 660 km de Rio Branco, a capital do Acre.

De acordo com o repassado pela polícia daquela cidade o jovem era conhecido pelo apelido de “Lorim” e estava ameaçado de morte, por esse motivo estava escondido na casa de um parente, mas na noite deste sábado foi encontrado pelo algoz que o matou a tiros.

Ao ser atingido pelos tiros, a vítima ainda tentou correr alguns metros, mas caiu já sem vida.

Moradores acionaram o SAMU, mas quando a equipe médica chegou a vítima já estava morta.

 

Continue lendo

Veja também

Mais lidas

Portal de notícias do Acre | Diretor e Redator - Lenilda Cavalcante FENAJ 084 | Copyright © 2006-2018 ECOS DA NOTÍCIA - Todos os direitos reservados.