Rio Branco,

aaa

Patrimônio de candidatos ao Governo do Acre ultrapassa R$ 3,8 milhões

da redação ecos da notícia
- Publicidade-

(Foto: Reprodução/TSE)

A soma do patrimônio dos candidatos ao Governo do Acre ultrapassa os R$ 3,8 milhões de reais, de acordo com os dados registrados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), após os pedidos de registros de candidatura.

Conforme as informações, o candidato Gladson Cameli (PP) é o mais rico com bens declarados à Justiça Eleitoral, com um montante superior a R$ 2,9 milhões. A maioria dos bens do candidato é de créditos e poupança, aplicações financeiras e veículos.

David Hall (Avante) é o candidato com menor patrimônio, com bens declarados em R$ 19 mil. O candidato Coronel Ulysses (PSL) foi o único que não prestou contas à Justiça Eleitoral até esta quinta-feira (16).

O segundo candidato com maior soma de bens é Marcus Alexandre (PT), num valor que ultrapassa R$ 600 mil, entre terrenos, casas e outros bens móveis. Em sequência está a candidata Janaina Furtado (Rede), com mais de R$ 275 mil entre veículo e casas.

Em relação aos candidatos a vice-governador, a soma entre eles chega a ultrapassar o valor de R$ 1,8 milhão. Emylson Farias (PDT), companheiro de Marcus Alexandre (PT) tem maior patrimônio na ordem de R$732,5 mil.

Já Julio Cesar (Rede), vice de Janaina Furtado, declarou bens de R$615 mil e Major Rocha (PSDB), companheiro de Gladson Cameli, possui patrimônio de R$ 540 mil.

Os candidatos a vice Ressini Jarude (PSL) e Thiago Gonçalves (Avante) não declararam bens à Justiça Eleitoral até esta quinta-feira (16).

(G1-Acre)

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS