Rio Branco,

aaa

Greve de fome: alimentos negados por presos são doados a casas de recuperação

da redação ecos da notícia
- Publicidade-

Desde a última segunda-feira (13) os presos de todas as penitenciárias do Acre decidiram entrar em greve de fome. Eles reivindicam melhores condições nos presídios e mudanças nas regras de visitas. Eles querem receber visitas de “amigos” e “amigas” semanalmente, como acontece com as visitas íntima e familiares.

Atualmente a esse tipo de visitas só é feita uma vez por mês. Sem ter atendimento deste pedido, eles negam as três refeições oferecidas diariamente pelas direções dos presídios, café, almoço e janta.

A administração do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen), que já se manifestou que não tem como atender o pedido informando que todos os direitos garantidos na Lei de Execução Penal estão sendo garantidos, passou a doar os alimentos para centros de recuperação e comunidades carentes.

Em Rio Branco são cerca de 3.500 itens a cada refeição, que incluem pães com café e leite e marmitas. Os alimentos foram doados à “Casa de Recuperação Reconstruindo Vidas para o Reino de Deus” e à “Associação Beneficente Caminhos de Luz” que oferecem tratamento a dependentes químicos.

O excesso dos alimentos também tem sido distribuído às comunidades pobres próximas aos centros de recuperação.

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS