Rio Branco,

aaa

Governo sabia de falhas em ponte de Gênova desde fevereiro

Da Redação Ecos da Notícia

Empresa fez alerta ao Ministério de Infraestrutura em carta

- Publicidade-

Guarda de Finanças da Itália apreendeu nesta quarta-feira (29) documentos relacionados a ponte Morandi, em Gênova, que inclui uma carta datada de 28 de fevereiro deste ano, na qual a empresa Autostrade alerta o governo sobre os riscos de segurança do viaduto.

De acordo com o documento, na época, o diretor de manutenção da empresa, Michele Donferri Mitelli, pediu para o Ministério de Infraestrutura da Itália acelerar a aprovação do projeto de reforço da Ponte Morandi para “garantir a segurança necessária para aumentar o viaduto Polcevera”.

Além disso, há também um relatório dos anos 1980 do engenheiro italiano Riccardo Morandi, no qual diz estar espantado pela deterioração do material. “É um relatório encorpado que também será útil para colocar um ponto no espaço e no tempo do exame da estrutura”, explicou o promotor Francesco Cozzi.

A ordem de busca e apreensão foi emitida pelo Ministério Público de Gênova. As autoridades recuperaram os arquivos da sede do Ministério da Infrestrutura, do escritório da inspeção territorial de Gênova, da sede da Superintendência de obras públicas de Ligúria, Piemonte e Val d’Aosta, e da empresa Spea Engineering.

Por Notícias ao Minuto
- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS