Rio Branco,

aaa

“Briga entre facções”, diz delegado sobre execução de jovem no bairro João Eduardo

da redação ecos da notícia
- Publicidade-

Foto-Arquivo Pessoal

Mais um homicídio foi registrado em Rio Branco durante o final de semana. O crime aconteceu na noite de domingo (22) na Travessa da Hosana, no bairro João Eduardo II, em Rio Branco. Segundo a Polícia Militar do Acre (PM-AC), Messias Sombra da Silva, de 25 anos, saía de uma quadra de esportes quando foi baleado duas vezes no tórax.

O rapaz morreu no local do crime, antes da chegada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Os criminosos fugiram após o crime. Ainda segundo a PM, dois homens em uma motocicleta abordaram a vítima na saída da quadra. O garupa do veículo desceu e disparou várias vezes contra a vítima.

O coordenador da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), delegado Rêmulo Diniz, falou que não há indícios de envolvimento da vítima em crimes, porém, se acredita que o crime tenha sido motivado por briga entre facções rivais.

“Foi um crime com requintes de execução em que dois homens em uma motocicleta chegaram e atiraram nas pessoas, inclusive, tinha crianças brincando na quadra. Não havia qualquer discussão anterior ou motivação para que levasse a um ataque, o que leva a crer que seja uma briga entre as facções. O local onde se deu o atentado é marcado com slogans e símbolos de facções”, declarou.

Diniz afirmou ainda que o bairro é constantemente alvo de ataques porque ainda é dominado por facções rivais. Segundo a polícia, os criminosos brigam pelo domínio da área. “É um dos locais mais quentes e que monitoramos. São áreas que possuem inscrições de duas facções rivais e certamente estão disputando o domínio total”, completou. As informações são do G1.

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS