26 outubro 2021 11:03 pm
22.3 C
Rio Branco
26 outubro 2021 11:03 pm

Veja os lugares onde se come bem em Paris

Noticias ao Minuto

Dividimos em três categorias de restaurantes para você encontrar o que se adequa mais ao seu perfil

- Publicidade-

 

Então você vai para Paris e quer comer em lugares descolados? É inegável que os franceses se destacam muito na gastronomia. Dividimos em três categorias de restaurantes para você encontrar o que se adequa mais ao seu perfil:

– RESTAURANTES DE MUSEUS

Os restaurantes dos museus parisienses são, quase sempre uma boa pedida: a comida é razoável, o lugar é sempre lindo, só os preços que poderiam ser melhores, mas bem, paga-se pelo todo. 

– RESTAURANTES DA BELLE ÈPOQUE

Os restaurantes da Belle Èpoque, época que começa no fim do século XIX (1871) e dura até a eclosão da Primeira Guerra Mundial em 1914, rivalizavam em beleza explorando mosaicos, vitrais, colunas e afrescos. Segue aqui uma seleção de restaurantes parisienses que mantêm suas estruturas originais e nos fazem viajar com suas decorações exuberantes.

– RESTAURANTES SECRETOS

Em geral são lugares pouco turísticos e com ótimos preços. Só não contem pra ninguem.

 

Mini Palais – Seu terraço com grandes colunas, estátuas e mosaicos é o lugar ideal para fazer uma pausa após a visita ao museu. Localizado no coração de Paris, o restaurante do Mini Palais é um refúgio de paz. No entanto apesar do lugar ser mágico nada no menu é particularmente impressionante ou criativo. Conte 40 euros por pessoa na hora do almoço Onde? 3, avenida Winston Churchill, 75008 © Reprodução

 

Les Ombres – Este é o restaurante do museu Quai Branly. Localizado em uma terraça no jardim do museu, o cenário é excepcional e oferece uma vista soberba sobre a Torre Eiffel e o Rio Sena. Este restaurante “gourmet” serve uma cozinha francesa tradicional e refinada, porém não espere surpresas. O serviço deixa um pouca a desejar… o menu de almoço tem um preço razoável pode variar em torno de 32 euros e 42 euros. Vale pela vista. Onde? 27, quai Branly, 75007  ©Reprodução

 

O George – O restaurante do centro Georges Pompidou é surpreendente. Situado no piso superior do museu, possui uma bela vista para os telhados de Paris. Olhando atentamente pode-se ver alguns monumentos. O interior é algo de impressionante: esculturas formando cavernas da o lugar um ar quase futurista. O menu é criativo, alternando entre cozinha tradicional francesa e uma cozinha fusion. O serviço no entanto é lamentável… Os pratos custam caro, cerca de 30 euros. Onde? Musee Georges Pompidou, 75004 © Reprodução

 

Brasserie Julien – No início do século 20, a Brasserie Julien “fervia”. era frequentada por Édith Piaf e amigos. Se fechar os olhos você poderá imaginar os garçons de uniforme, inclinando-se sobre o belo bar de mogno retirando pedidos. Pessoas fumando, encostadas nas colossais colunas do restaurante. Somos facilmente seduzidos pela alma do lugar, pelo requinte de seus ornamentos na entrada, suas sublimes molduras, espelhos, piso de azulejos. As três janelas deixam-nos imediatamente sem palavras. No teto se for bem observado, é fácil reconhecer pavões e flores, mas é principalmente as mulheres estampadas nos vitrais de Louis Trezel que são a marca do lugar: quatro ninfas todas com flores, representam as quatro estações do ano, tornando a brasserie a mais feminina de Paris, ao contrário do que o nome sugere. 16 rue du Faubourg Saint-Denis, 75010 © Reprodução

 

Le Train Bleu – O que é mais romântico do que um ambiente de estação de trem retro-chic? Le Train Bleu, fica no andar de cima da exuberante Gare de Lyon. Você pode demorar um pouco para descobrir as escadas que levam ao restaurantes. Mas logo verá os lustres, os dourados, os painéis que cobrem as paredes as paredes. Então você irá se sentar em uma das cadeiras azuis do salão para admirar o teto decorado com pinturas neoclássicas. O local, construído como parte da Exposição Universal de 1900 pelo arquiteto Mário Toudoire, era frequentado por grandes estrelas como Brigitte Bardot, Jean Cocteau, Colette e por outros tantos cineastas, que rodaram cenas de seus filmes lá. Gare de Lyon Place Louis Armand 75012 © Reprodução

 

La Maison des Frigos – Em uma fabrica de gelo de mais de 100 anos abandonada por seu empregados e dominada por artistas funciona um restaurante que serve uma comida simples e fresca, com preços camaradas e inspiração japonesa. Onde? La Maison des Frigos – 19 ru des Frigos (91 Quai de la Gare) 13eme. Vale dar uma ligada antes de ir: 01 44 23 76 20  © Reprodução

 

Le Foyer de la Madaleine – A maioria dos parisienses não tem idéia que existe um restaurante dentro da imponente igreja de Madeleine. O restaurante é sem fins lucrativos. O menu entrada, prato e sobremesa sai por apenas 10 euros e a comida, deliciosa por sinal, é toda preparada e servida por adoraveis senhoras voluntárias. Um experiencia excepcional. Onde? De segunda a sexta das 11:45 as 14h. Na Igreja de Madeleine, place de la Madeleine. Entrada por uma pequena porta atrás do mercado de flores. Chegue cedo, é concorrido. © Reprodução

 

Chez Louisette – Se você for visitar o mercado de pulgas em Saint-Ouen, não deixe de almoçar no Chez Loisette. Um restaurante dos anos 30 com toda decoração original (é claro, afinal estamos em um mercado de antiguidades), com garçons que parecem personagens de filmes e comida de bistro honesta. Onde? Avenue Michelet, 93400 Saint-Ouen, aberto sabádo, domingo e segunda. Não precisa de reserva. © Reprodução

- Publicidade-
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS