Rio Branco,

aaa

Silêncio: Foi a estratégia  do acusado de cometer um dos crimes bárbaro em Rio Branco

Nilton Tosdeshi/ Redação Ecos da Notícia
- Publicidade-

André Martins, mudou a estratégica de arrogante e confesso, ao homem em silêncio e sem argumentos.

Bem diferente do dia em que foi apresentado a Imprensa pela Polícia Civil, através  da
Divisão de Investigação Criminal (DIC), em que demonstrando arrogância e frieza André  Martins, 28 anos declarou ter degolado e esquartejado o corpo da jovem Debossa Bessa, crime ocorrido no mês de janeiro deste ano, crime que foi filmado por celular é divulgado em redes sociais.
Na manhã desta segunda-feira, durante audiência de instrução, na 1ª Vara do Júri, o acusado que até o dia da prisão fazia questão de confessar o crime tomando pra si total responsabilidade afirmando que praticou a barbárie sozinho motivado por vingança, durante a audiência ele optou por permanecer calado a todas as perguntas da promotoria.

Suposta comparsa negou participação e caiu em contradição

Luciene negou que tenha filmado o crime e caiu em contradição

Luciene Souza do Nascimento, 18 anos presa acusada de participar do bárbaro crime e de ter filmado e vazado o vídeo nas redes sociais, também participou da audiência. Ao contrário do suposto comparsa  Luciene falou e falou demais.
Começou negando participação, alegando que não esteve no local do crime, não filmou e nem conhecia nenhum dos suspeitos, mas se contradiz quando afirma que é amiga de André  Martins o principal acusado.

Débora Bessa foi decapitada e esq
esquartejado e todo crime foi filmado e divulgado em redes sociais.

A família da vítima, através da irmã Sarah Bessa diz que espera que os acusados sejam levados a Júri Popular e classificou o depoimento dos dois acusados de monstruoso e psicopatas.
Ainda segundo a Justiça, dois menores devem ser ouvidos, por carta precatória, nos próximos dias na cidade de Porto Acre, interior do estado.

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS