Rio Branco,

aaa

RBTrans aplicou multas pesadas em mototaxistas que realizaram ato pedindo fiscalização na capital

Por Da redação ac24horas
- Publicidade-

O deputado estadual Eber Machado (PDT) denunciou na manhã desta terça-feira (5), que a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (RBTRANS) aplicou multas no valo de até R$ 6 mil em mototaxistas que participaram de uma manifestação onde eles pediam que o órgão municipal realizasse uma fiscalização em relação aos “pirangueiros” na cidade de Rio Branco.

Segundo o deputado, enquanto 90% dos ônibus que estariam circulando nas ruas da Capital com os impostos atrasados, sem que haja qualquer tipo de fiscalização, a RBTrans estaria “perseguindo pais de família que resolveram protestar por seus direitos. Nós não vamos admitir esse tipo de perseguição que a RBTRans está fazendo com estes trabalhadores”, diz Eber Machado.

O parlamentar disse que recebeu um mototaxistas que recebeu uma multa de R$ 6 mil. De acordo com machado, o trabalhador revelou que a vontade que tinha era colocar a moto dentro da prefeitura e atear fogo em protesto porque recebeu uma multa em um valor superior ao veículo e que não tem condições de pagar. “Isso é um verdadeiro absurdo o que fazem com quem trabalha”, destaca Eber.

“A pergunta é: por que não fiscalizam esses ônibus que rodam sem pagar seus impostos? O que a RBTrans fez com 20 pais de família foi multar porque os trabalhadores foram pedir uma fiscalização no ato que foi feito pelos motoaxistas, para reivindicar uma fiscalização. Vamos encaminhar ofícios para solicitar explicações e informações por parte da RBTrans”, ressalta Machado.

O parlamentar informa que apresentará um requerimento para realização de um audiência pública para debater as multas consideradas por ele, abusivas aplicadas pela RBTRans. Eber Machado informa ainda que vai encaminha convite para prefeita de Rio Branco, Socorro Neri (PSB) participar do evento.

“Nas situação que o Estado atravessa, o incentivo que esses trabalhadores recebem é perseguição. Com a RBTRnas não dá para conversar. Nós vamos conversar com quem tem autonomia. Outra questão é o preço absurdo que estão cobrando pelo taxímetro. A RBTRnas cobra R$ 1 mil pelo aparelho, mas não oferece sequer a garantia”, finaliza o deputado Eber Machado.

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS