Rio Branco,

aaa

Operação dura mais de 30 horas e prende cerca de 17 pessoas em Cruzeiro do Sul

Por Gledisson Albano, Jornal do Acre 2ª Edição, Cruzeiro do Sul

Sesp diz que ações estavam programadas. Cruzeiro do Sul teve noite de ataques e execução de agente penitenciário nesta quarta-feira (3).

- Publicidade-

As forças policiais se uniram e fazem a operação Focus em Cruzeiro do Sul, que dura mais de 30 horas. Polícias Civil, Militar e Exército fazem ação conjunta para combater o crime organizado na região.

Mesmo que a cidade tenha passado por ataques a agentes públicos e também tenha registrado execução de um agente penitenciário, a Segurança dz que as ações já estavam previstas.

O secretário adjunto de integração operacional, coronel Glayson Dantas, diz que o Exército deve entrar na operação ainda nesta quinta (31) em pontos pré-agendados.

“A principal intenção nossa é trazer a tranquilidade e paz. Essas operações têm agendamento prévio anual, temos um roteiro onde a Polícia Civil tem ações rotineiras a cada mês. Infelizmente registramos esses eventos, mas a operação segue ao longo da semana.

O delegado Alexnaldo Batista destacou o empenho das equipes das polícias e diz que Cruzeiro do Sul tem tido um empenho bom para a elucidação de crimes.

“Não vamos dar trégua. Cruzeiro do Sul está com uma média de solução de casos de homicídios e tentativas de homicídios acima de 60%, que é bem alta de uma média nacional”, pontuou.

Ao todo o delegado Elton Futigami disse que cerca de 17 pessoas foram presas nessas 30 horas de ações. Já o delegado Luis Tonini pediu o apoio da população para evitar propagação de notícias falsas e confiar no trabalho da polícia.

“A disseminação do terror só dificulta o nosso trabalho. A reposta das polícias aos poucos está sendo dada”, pontuou.

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS