Rio Branco,

aaa

Diretores de escolas da rede pública de Rio Branco são investigados por improbidade administrativa

Por Iryá Rodrigues, G1 AC, Rio Branco

MP-AC instaurou inquérito civil contra dois diretores. Educação diz que está cumprindo com as determinações legais e que processos administrativos foram instaurados.

- Publicidade-

O Ministério Público do Acre (MP-AC) instaurou inquérito civil para apurar supostas irregularidades em contrato de permissão de uso de bem público por um antigo diretor da Escola Estadual de Ensino Médio Armando Nogueira.

O gestor da Escola Estadual João Aguiar também está sendo investigado por improbidade administrativa.

Os dois inquéritos foram divulgados nesta quarta-feira (6) no Diário Oficial do MP-AC. Conforme a publicação, os dois diretores de escolas da rede pública estadual foram alvos de denúncias de improbidade administrativa.

O Secretário de Estado de Educação (SEE), Marco Brandão, informou que ainda não foi notificado sobre os inquéritos instaurados pelo MP-AC e que, portanto, não pode dar mais detalhes sobre os casos. Segundo ele, o gestor da Escola Armando Nogueira investigado já não é mais diretor desde 2015.

“A princípio, a Secretaria de Educação está cumprindo as determinações legais, com relação aos processos administrativos. Mas, não posso dar mais detalhes, porque os processos estão em andamento e porque ainda não fomos noticiados sobre os inquéritos”, disse Brandão.

No documento, o MP-AC solicita informações da Educação sobre as providências adotadas. Quanto ao diretor da Escola Armando Nogueira, o órgão pede que ele seja notificado para prestar esclarecimentos sobre os fatos.

O Ministério Público pede ainda que a Secretaria de Educação envie informações sobre o processo de sindicância instaurado para apurar as denúncias contra o diretor da Escola João Aguiar.

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS