Rio Branco,

aaa

Com apenas 27,3% de cobertura, crianças são o público alvo que menos foi vacinado contra a gripe em Rio Branco

Por Iryá Rodrigues, G1 AC, Rio Branco

Dados da Vigilância Epidemiológica da capital mostram que apenas 7.812 crianças foram imunizadas contra a doença. Campanha de vacinação foi prorrogada até dia 15 de junho.

- Publicidade-

Crianças entre seis meses e cinco anos fazem parte do público com direito à vacinação gratuita contra a gripe. No entanto, elas são as menos vacinadas na capital acreana, Rio Branco. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, apenas 27,3% delas foram imunizadas. A meta é vacinar 28.569 crianças.

A campanha contra a gripe estava prevista para ser concluída no último dia 1º de junho mas, devido à baixa cobertura da vacina em todo o estado e no país, ela foi prorrogada até o dia 15 de junho.

Em todo o estado, o percentual de cobertura em relação às crianças é de 50,81%. Ou seja, das 71.445 crianças que devem ser imunizadas, apenas 36.301 foram se vacinar contra a gripe. No Acre, a cobertura de todo o público-alvo é de 62,64%.

De acordo com a chefe da Vigilância Epidemiológica, Socorro Martins, das 83 mil pessoas que fazem parte do público-alvo e que deveriam ter sido vacinadas em Rio Branco, apenas 50,71% foram imunizadas.

Além das crianças, a vacina é indicada para idosos acima de 60 anos, indígenas, professores das redes pública e privada, portadores de doenças crônicas, pessoas privadas de liberdade, profissionais da saúde, gestantes e puérperas – mulheres que tiveram parto há menos de 45 dias.

Depois das crianças, o grupo que menos procurou os postos para se vacinar foi o de gestantes. De acordo com os dados, apenas 56,14% das grávidas foram imunizadas contra gripe.

O que teve maior procura foi o grupo das puérperas, com 88,83% de cobertura, seguido dos idosos, com 68,70%, e dos profissionais da saúde, com 65,89%. Em relação aos professores, a cobertura está em 62,72%.

“As unidades estão falando que muitos pais estão relatando que as crianças estão gripadas, e que, por isso, não estão levando para vacinar. Essa é a maior queixa, mas têm os casos em que os pais não levam mesmo, por não ser uma vacina obrigatória, como as do calendário vacinal”, disse Socorro.

Em Rio Branco, são 53 unidades de saúde onde a vacina contra a gripe está sendo aplicada ao público-alvo. Além disso, a secretaria tem feito ações itinerantes para tentar atingir a meta de vacinação.

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS