Connect with us

economia

Inflação sobe em 0,4% em maio, puxada por alta da gasolina, diz IBGE

Publicado

em

O aumento foi puxado pela alta nos preços da gasolina, energia elétrica, e alimentos e bebidas

inflação de maio subiu para 0,40%, acima dos 0,22% do mês anterior, informou nesta sexta (8) o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).  O aumento foi puxado pela alta nos preços da gasolina, energia elétrica, e alimentos e bebidas. No acumulado do ano, a inflação soma 1,33%, o menor índice desde o Plano Real.

Em 12 meses, a inflação acumulada é de 2,86%. Apesar da alta em maio, permanece abaixo da meta estabelecida pelo Banco Central, que é de 4,5% no ano, com tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo.

Em 2017, a inflação foi de 2,97% e ficou abaixo do piso da meta pela primeira vez na história, o que gerou a necessidade de justificativa pelo Banco Central. Em carta ao Ministério da Fazenda, o BC disse que a meta não foi cumprida por causa da queda dos preços dos alimentos.

O último relatório Focus, do Banco Central, mostra que o mercado espera que o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) feche o ano em 3,65%, alta de 0,05 ponto percentual em relação à projeção da semana anterior. Com informações da Folhapress.

Continue lendo

economia

Acre registrou o fechamento de mais de 700 empresas em um ano, aponta Junta Comercial

Publicado

em

Por G1 Acre

Dados são referentes ao período de abril de 2018 e abril de 2019. Em um ano, 1.031 empresas foram abertas no estado.

Mais de 700 empresas fecharam no Acre em um ano, segundo dados divulgados ao G1 pela Junta Comercial do Acre, nesta quarta-feira (8). Os números são referentes ao período de abril de 2018 a abril de 2019.

Em um ano, 1.031 empresas foram abertas no estado e outras 715 fecharam. De acordo com o levantamento, somente no mês de abril do ano passado foram abertas 88 empresas, enquanto que 60 fecharam.

Já no mês de abril deste ano, 117 empresas abriram as portas e outras 59 fecharam. Para o presidente da Junta Comercial, Carlos Afonso, o número de empresas fechadas não é considerado alarmante.

“Levando-se em consideração a situação do país, eu acho que está dentro da normalidade. Estaria ruim se estivesse fechando mais empresas do que abrindo. Se está abrindo mais que fechando, então está bom”, afirmou Afonso.

Quanto ao número total de empresas ativas no estado, Afonso afirmou que não é possível afirmar, porque muitas já estão fechadas, mas não foram até a Junta Comercial dar baixa.

“Nós vamos começar um trabalho agora de depuração. Quem estiver há mais de cinco anos sem nenhuma movimentação na Junta Comercial, a gente vai começar um processo de extinção, aí vamos ter um acervo bem real”, disse o presidente.

Sobre expectativa de aumento na abertura de empresas no estado, o presidente afirmou que as pessoas ainda não estão confiantes.

“No negócio, depende muito da credibilidade e confiança que as pessoas vão ter no governo. O mercado ainda está muito desconfiado, o que é natural”, concluiu.

Continue lendo

economia

Sine oferta 33 vagas de emprego para Rio Branco nesta segunda-feira (11); confira a lista

Publicado

em

Por G1 AC

Candidatos interessados devem ir ao Sine, no Bosque, em Rio Branco.

O Sistema Nacional de Emprego do Acre (Sine) disponibiliza 33 vagas para diversas áreas nesta segunda-feira (11) na capital acreana. Os candidatos interessados devem comparecer pessoalmente à instituição, localizada na Avenida Getúlio Vargas, n°1.670, em Rio Branco.

O candidato à vaga deve atualizar o seu cadastro no Sine. Aqueles que não tiverem cadastro na instituição, devem levar os seguintes documentos: Carteira de Trabalho, Identidade/CPF, Título de Eleitor, comprovante de escolaridade e de endereço.

As vagas são rotativas, ou seja, são disponibilizadas para o dia, podendo não estar mais disponíveis para o dia seguinte. O Sine se responsabiliza por encaminhar cinco pessoas, no perfil solicitado pelo empregador, para que ele possa escolher qual vai preencher a vaga. O cidadão pode verificar se a vaga ainda está disponível através do telefone 0800 647 8182.

Continue lendo

economia

Vendas do Dia dos Namorados podem crescer até 5%, estima pesquisa

Publicado

em

noticiasaominuto

O resultado deve ser melhor do que o do ano passado, quando o comércio de SP teve alta média de 2,4% sobre 2016

Neste ano, as vendas voltadas para o Dia dos Namorados devem apresentar crescimento entre 3% e 5% em relação a 2017 no varejo da capital paulista. A estimativa é da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). O resultado deve ser melhor do que o do ano passado, quando o comércio de SP teve alta média de 2,4% sobre 2016.

“Neste ano, a conjuntura econômica está mais favorável, com inflação e juros bem mais baixos, prazos de pagamento maiores e alguma recuperação da massa salarial”, diz Alencar Burti, presidente da ACSP e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp).

Ele acredita que “o setor varejista investirá em promoções para procurar compensar os dias de paralisação, em que as vendas ficaram praticamente estagnadas”. E que os presentes mais procurados deverão ser roupas, calçados e outros produtos de uso pessoal.

“Os bares e restaurantes também devem se beneficiar, principalmente se a temperatura ajudar, o que motiva os casais a saírem para jantar ou fazer algum outro programa fora de casa”, finaliza Burti.

Continue lendo

Veja também

Mais lidas

Portal de notícias do Acre | Diretor e Redator - Lenilda Cavalcante FENAJ 084 | Copyright © 2006-2018 ECOS DA NOTÍCIA - Todos os direitos reservados.