Rio Branco,

aaa

Governo inaugura Centro Vocacional Tecnológico do Bambu nesta quinta

agencia.ac.gov.br
- Publicidade-

O CVT será uma espécie de nascedouro do desenvolvimento do uso da planta no Acre (Foto: Angela Peres/Secom)

O governo do Estado, por meio da Secretaria de Ciência e Tecnologia (Sect), da Fundação de Tecnologia (Funtac) e da Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapac), inaugura nesta quinta-feira, 10, a sede do Centro Vocacional Tecnológico do Bambu (CVT Bambu), localizado na Rua das Acácias, 279, Distrito Industrial.

A iniciativa é parte de convênio entre o Ministério da Ciência e Tecnologia (MCTI) e governo do Acre, de um total de R$ 2.593.473,29. Desse valor, R$ 200.659,68 foram destinados apenas para a edificação do local.

Com o espaço externo todo construído a partir do bambu, o CVT será uma espécie de nascedouro do desenvolvimento do uso da planta no Acre. O local será voltado para capacitação, qualificação profissional e inserção de grupo ou indivíduos no mercado de trabalho.

“A intenção é que a sede seja uma referência de economia sustentável do bambu no estado. Todos os pesquisadores que têm interesse na área, poderão usufruir do espaço para executar sua pesquisa”, explica a gestora da Sect, Renata Souza.

A estrutura será utilizada de forma integrada em ações de pesquisas, transferência tecnológica e extensão, com alternativas mais efetivas e rápidas para o aproveitamento e fortalecimento da cadeia produtiva.

De acordo com o diretor-presidente da Funtac, Maurílho Silva, será um espaço para disseminar o conhecimento e a inovação envolvendo diversas atividades.

“Esse é um importante projeto do governo do Estado em apoio ao desenvolvimento tecnológico da cadeia produtiva do bambu, com a inauguração das instalações físicas do CVT Bambu teremos uma unidade de apoio para pesquisadores, empreendedores e demais pessoas que queiram desenvolver produtos a partir dessa espécie,” ressaltou.

O projeto CVT Bambu tem gestão integrada pelas instituições públicas de tecnologia do Estado e conta com a parceria da Universidade Federal do Acre (Ufac), Sebrae, Associação de Manejadores de Madeira (Assimanejo) e Instituto Federal do Acre (Ifac).

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS