Rio Branco,

aaa

Governo anuncia convocação de 100 carcereiros provisórios após fugas em presídios no Acre

Por Quésia Melo, G1 AC, Rio Branco

Agentes devem ser chamados por meio de concurso simplificado realizado em 2017. Convocados devem reforçar presídios de Rio Branco.

- Publicidade-

O Governo do Acre anunciou, nesta terça-feira (8), que vai convocar 100 agentes penitenciários provisórios para reforçar a segurança nos presídios de Rio Branco. O anúncio foi feito após mais de 80 detentos fugirem de presídios no Acre em menos de dez meses.

A convocação deve ser feita por meio de um concurso simplificado realizado em 2017. Além disso, agentes do Instituto Socioeducativo do Acre (ISE-AC) devem ser cedidos para reformar a segurança no sistema prisional de Rio Branco.

A medida tem por objetivo o maior controle no sistema penitenciário. A população carcerária, segundo o governo, aumenta em cerca de 700 pessoas por ano. Somente os presos provisórios, que aguardam o julgamento na prisão, somam mais de 2 mil.

Contratações foram reivindicadas por agentes

Durante uma audiência pública realizada na segunda (7) na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), em Rio Branco, agentes penitenciários cobraram a contratação de novos servidores para reforçar a segurança nos presídios após o registro de várias fugas na capital e interior do estado.

O Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen-AC) disse que estudava a possibilidade de contratação de novos agentes, mas não havia nada confirmado. Nesta terça (8) o governo confirmou a convocação de 100 funcionários temporários.

“É preciso reforço na segurança [das unidades]. Somente em seis meses, são 63 presos foragidos. Isso denuncia a fragilidade na segurança dos estabelecimentos prisionais. Não conseguimos mais encarcerar e nem manter os condenados que estão sob a guarda da Justiça”, disse o presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Acre (Sindapen-AC), Lucas Bolzoni.

Fugas em presídios no Acre

No período de menos de dez meses, o Acre registrou fugas nos presídios Francisco D’ Oliveira Conde, em Rio Branco, Moacir Prado, em Tarauacá, Manoel Neri, em Cruzeiro do Sul, e 5ª Unidade Prisional, em Feijó.

A última ocorreu no domingo (6), no Presídio Francisco D’ Oliveira Conde, em Rio Branco. Ao todo, 11 detentos que estavam na cela 22 do pavilhão conseguiram fugir do local após fazerem um buraco no banheiro. O Iapen-AC divulgou os nomes e as fotos dos fugitivos.

O Iapen-AC afirmou que vai fazer investimentos de reforma e ampliação em todas as sete penitenciárias do estado. As obras incluem construção de novos blocos e guaritas elevadas para controle de acesso.

Além disso, devem criar 2.226 novas vagas no sistema penitenciário. Segundo o órgão, a medida vai solucionar a superlotação e zerar o déficit carcerário.

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS