Rio Branco,

aaa

Em Rio Branco, 14 mil devem fazer avaliação de saúde para não ter benefício do Bolsa Família bloqueado

Por Quésia Melo, G1 AC, Rio Branco

Beneficiários devem buscar unidade de saúde na capital acreana até 30 de junho. Objetivo, segundo secretário, é prevenção e acompanhamento.

- Publicidade-

Em Rio Branco, 14 mil famílias devem fazer avaliação de saúde com a prefeitura para não terem o benefício do Bolsa Família bloqueado e posteriormente cancelado. Os beneficiários devem buscar uma Unidade Municipal de Saúde na capital acreana até o dia 30 de junho.

A avaliação, segundo a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), é obrigatória para mulheres de 14 a 44 anos, crianças menores de 7 anos e gestantes de qualquer faixa etária. Os beneficiários devem comparecer na unidade com o cartão do programa federal, carteira de vacinação das crianças e cartão de gestante, se for o caso.

Ao G1, a secretária municipal de Cidadania e Assistência Social, Dora Araújo, explicou que o objetivo é fazer o acompanhamento das famílias e checar se existe a necessidade de alguma intervenção.

“É importante que as mulheres de 14 a 44 anos compareçam para os exames, pois esse período é mais suscetível os casos de câncer. E, também, é importante olhar para saber se há pessoas deficientes. A medida toda é uma prevenção para saber se a família está bem. É um acompanhamento”, destaca.

Dora lembra que a atualização de saúde começou em fevereiro. Segundo ela, as informações vão ser encaminhadas para um sistema em Brasília (DF).

Caso a família não busque a unidade de saúde dentro do prazo vai ter o benefício bloqueado e a obrigatoriedade de comparecer na secretaria para atualizar as informações.

“As famílias devem procurar a unidade de saúde do bairro dela. Se a família não comparecer no prazo ela não recebe o valor. Porém, se ela resolver o benefício volta para a folha. O melhor é que busquem fazer tudo dentro do prazo para ter tranquilidade”, finaliza.

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS