Rio Branco,

aaa

Em menos de 10 meses, mais de 80 detentos fugiram de presídios no Acre

Por Iryá Rodrigues, G1 AC, Rio Branco

Desde julho do ano passado foram registradas pelo menos 11 fugas em presídios de quatro cidades do Acre. Última fuga ocorreu no domingo (6), em Rio Branco.

- Publicidade-

Em menos de 10 meses, mais de 80 detentos conseguiram fugir de presídios de quatro cidades acreanas, segundo levantamento feito pelo G1. Desde julho do ano passado, foram registradas ao menos 11 fugas. O G1entrou em contato com o diretor-presidente do órgão, Aberson Carvalho, para saber quantos presos já foram recapturados, mas não obteve resposta até a publicação desta reportagem.

As fugas ocorreram nos presídios Francisco D’ Oliveira Conde, em Rio Branco, Moacir Prado, em Tarauacá, Manoel Neri, em Cruzeiro do Sul e 5ª Unidade Prisional, em Feijó.

Onze presos fugiram do presídio neste domingo (6) em Rio Branco (Foto: Divulgação/Iapen-AC)

Onze presos fugiram do presídio neste domingo (6) em Rio Branco (Foto: Divulgação/Iapen-AC)

A última ocorreu neste domingo (6), no Presídio Francisco D’ Oliveira Conde, em Rio Branco. Segundo a Associação dos Servidores do Sistema Penitenciário do Acre (Asspen), 11 presos fizeram um buraco e fugiram pulando a muralha da unidade. Nenhum dos detentos foi recapturado.

O Instituto Penitenciário do Acre (Iapen-AC) divulgou os nomes e as fotos dos fugitivos. Todos os detentos eram da cela 22 do pavilhão A e fugiram após fazerem um buraco no banheiro.

No dia 28 de março desse ano, nove presos conseguiram fugir do Presídio Francisco d’Oliveira Conde. A suspeita, segundo o Iapen, foi de que os detentos tenham fugido rastejando pelo canto do muro para não serem vistos pelos sentinelas.

Quatro dias antes, cinco presos já tinham fugido do FOC, no dia 25 de março. A direção do Iapen-AC informou que os presos utilizaram um andaime para escalar o muro.

O andaime estava próximo do muro e estava sendo utilizado na reforma do Presídio de Segurança Máxima Antônio Amaro, dentro do FOC. O Iapen-AC disse que os detentos estavam ainda com teresas, mas não conseguiram usar.

Ainda em março, o presidiário Gean Moreira Brilhante conseguiu fugir pela porta da frente do FOC, durante o horário de visita, no dia 11. Para sair, o preso trocou de lugar com o irmão dele, Jefson Moreira Brilhante, que o visitava no alojamento 6.

O Iapen não soube informar a idade do detento e nem qual pena que ele cumpria. O diretor-presidente do órgão, Aberson Carvalho, falou que abriu um processo administrativo para apurar as circunstâncias em que a fuga ocorreu.

No presídio Moacir Prado, em Tarauacá, três detentos fizeram um buraco em uma das celas e fugiram no dia 6 de março. Eles aproveitaram que o presídio passa por uma reforma e saíram pela parte de trás da unidade.

Seis presos do Presídio Manoel Neri, em Cruzeiro do Sul, fizeram um buraco no teto e fugiram da unidade penitenciária no dia 2 de fevereiro.

No total, oito tentaram fugir, mas dois foram recapturados ainda dentro da unidade. A direção do presídio informou que os detentos estavam em sanção disciplinar e fizeram um buraco no teto da cela para fugir.

No Presídio Moacir Prado, em Tarauacá, oito presos conseguiram fugir pelos fundos da unidade, no dia 23 de janeiro, onde parte do muro foi derrubada em uma obra de revitalização.

Um vídeo gravado pelas câmeras de monitoramento flagrou a ação dos detentos. A fuga ocorreu durante a visita íntima.

Ainda no Presídio Moacir Prado, 20 presos fugiram pela parte de trás da unidade no dia 11 de dezembro de 2017. O diretor do Iapen informou que no momento do ocorrido, agentes penitenciários faziam a guarda do presídio.

Cinco detentos da 5ª Unidade Prisional, em Feijó, fugiram no dia 28 de novembro de 2017. De acordo com o Iapen, eles fizeram um buraco na laje e usaram uma corda para passar para o lado de fora da unidade.

No dia 10 de outubro do ano passado, um preso conseguiu fugir pelo teto da enfermaria do Presídio Manoel Neri, em Cruzeiro do Sul. Na época, o Iapen não informou sobre a identidade do preso, nem por qual crime ele cumpria pena.

Em julho do ano passado, 16 presos fugiram do Presídio Manoel Neri, em Cruzeiro do Sul, sem que os agentes percebessem. A fuga ocorreu na madrugada do dia 22 de julho. Na época, o Iapen não detalhou como ocorreu a fuga.

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS