Connect with us

entretenimento

Chuva de estrelas cadentes será visível no Brasil nesta semana

Publicado

em

Fenômeno deve ocorrer entre esta segunda-feira (16) e o próximo dia 25

Os brasileiros poderão observar a primeira chuva de meteoros de grande intensidade no ano nesta semana. Chamado Lyrideas, o fenômeno deve ocorrer entre esta segunda-feira (16) e o próximo dia 25.

De acordo com informações do UOL, o fenômeno poderá ser visto a olho nu principalmente nas regiões Norte e Nordeste.

As Lyrideas, também conhecidas como “estrelas de abril”, devem entrar na atmosfera ao ritmo de 10 a 20 meteoros por hora. No Brasil, o pico do fenômeno deve ocorrer no dia 23.

“As melhores regiões para observar o máximo da chuva serão Norte e Nordeste, após a meia-noite até antes do amanhecer do dia 23”, afirma o astrônomo Marcelo de Cicco, doutorando no Observatório Nacional e coordenador do projeto Exoss. O pesquisar ressalta que o fenômeno poderá ser observado sem ajuda de equipamentos, a olho nu.

Continue lendo

entretenimento

Gays proíbem Nicole Bahls de usar gíria POC e ela rebate: “Sou uma travesti”

Publicado

em

da Redação Ecos da Notícia

Uma das personalidades mais queridas do público LGBT, principalmente após sua passagem pela Fazenda que eternizou memes como “oito horas pra fazer um arroz e fritar um peixe??”, a musa Nicole Bahls, mulher do modelo acreano Marcelo Bimbi, acabou se metendo em uma confusão na Internet.

Tudo aconteceu porque, em seu Twitter, a apresentadora usou a gíria gay do momento “POC”.

Alguns seguidores, que provavelmente patentearam o uso da gíria, acusaram Nicole de se apropriar de um termo gay, o que segundo eles ela não poderia fazer por ser uma mulher heterossexual.

Nicole não se intimidou e respondeu: “As bicha tudo usa as gírias que eu usei e quando eu uso a delas acham ruim? Que lenga lenga! Preguiça total”.

Depois ela ainda postou outro tweet em que concluiu seu raciocínio dizendo: “Mas eu sou uma travesti que nasceu operada, poc.”

Põe na Roda

Continue lendo

entretenimento

Administrador de grupo de WhatsApp responde por ofensa entre membros

Publicado

em

Da Redação Ecos da Notícia
Administradores de grupos de WhatsApp são responsáveis por ofensas feitas por membros, caso não ajam para impedi-las ou coibi-las. Pelo menos foi com esse entendimento que a 34ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo condenou uma mulher a indenizar outra que foi ofendida por outra membro do grupo no aplicativo em R$ 3 mil. A decisão foi unânime.
A condenada criou um grupo de WhatsApp na época da Copa do Mundo de 2014 de futebol para organizar um evento e assistir a um jogo. Após uma discussão, autora da ação foi chamada de vaca. De acordo com a decisão,  a administradora do grupo, além de não ter tomado nenhuma atitude contra a ofensora, deu sinais de aprovação, com o envio de emojis com sorrisos.
“[A administradora do grupo] É corresponsável pelo acontecido, com ou sem lei de bullying, pois são injúrias às quais anuiu e colaborou, na pior das hipóteses por omissão, ao criar o grupo e deixar que as ofensas se desenvolvessem livremente. Ao caso concreto basta o artigo 186 do Código Civil”, disse o desembargador Soares Levada, relator do caso.
Levada ressalta que o criador do grupo não tem função de moderador, mas é designado administrador por ter o poder de adicionar ou retirar qualquer pessoa do grupo. “Ou seja, no caso dos autos, quando as ofensas, que são incontroversas, provadas via notarial, e são graves, começaram, a ré poderia simplesmente ter removido quem ofendia e/ou ter encerrado o grupo”, afirmou o relator.
Fonte: Conjur
Continue lendo

entretenimento

Preenchimento com ácido hialurônico ajuda a eliminar o bigode chinês

Publicado

em

noticiasaominuto

O procedimento ajuda no preenchimento dos sulcos que se formam entre o canto do nariz e a boca, devolvendo o volume do rosto

Os sulcos (ou rugas) nasogenianos, popularmente conhecidos como bigode chinês, são traços que se formam entre as bochechas e o lábio superior e que são um incômodo para muitas mulheres por trazer para o rosto um aspecto envelhecido.

“Os sulcos que vão do canto do nariz às extremidades da boca são causados pela absorção de compartimentos de gordura da região malar, ou seja, das maçãs do rosto”, explica a cirurgiã plástica Dra. Beatriz Lassance*, membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e da Isaps (International Society of Aesthetic Plastic Surgery). “Estes sulcos ainda podem se estender do canto da boca até o queixo, também causados pela absorção de gordura”, completa.

Mas ambas as situações podem ser resolvidas facilmente com preenchedores absorvíveis de ácido hialurônico e hidroxiapatita de cálcio. Este tipo de procedimento age devolvendo o volume para áreas da face onde a gordura foi absorvida com o envelhecimento.

“O procedimento preenche compartimentos de gordura do rosto que perderam o volume com a idade e, por isso, apresentam descenso das estruturas da face formando os sulcos nasogenianos. Então, o preenchimento da região malar devolve o volume e levanta o rosto, melhorando a profundidade do bigode chinês”, afirma a cirurgiã plástica.

O procedimento, que dura cerca de uma hora, é realizado através de injeções de ácido hialurônico por agulha ou microcânulas, dependendo da região. Segundo a médica, as microcânulas fazem com que o procedimento seja menos traumático, reduzindo dores e hematomas, além de serem mais seguras, já que possuem menor risco de atingir os vasos.

O resultado do preenchimento é visível na hora, mas, de acordo com a Dra. Beatriz, existem algumas restrições após o procedimento que devem ser respeitadas. Por exemplo, não se pode aplicar maquiagens ou filtro solar por seis horas após o procedimento. Além disso, exercícios físicos estão proibidos nas 24 horas seguintes ao tratamento. “Em alguns casos podem aparecer pequenos hematomas, deixando marcas roxas que mancham com o sol, por isso o recomendado é evitá-lo ao máximo e usar muito filtro solar, pelo menos no primeiro mês após o preenchimento”, alerta a médica.

“Não são necessárias sessões de manutenção, já que o resultado permanece por até um ano, podendo ser complementado a qualquer momento. Porém, o ideal é esperar o produto chegar a seu resultado final, o que leva em torno de três semanas a um mês”, finaliza.

* Dra. Beatriz Lassance – Cirurgiã Plástica formada na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e residência em cirurgia plástica na Faculdade de Medicina do ABC. Trabalhou no Onze Lieve Vrouwe Gusthuis – Amsterdam -NL e é Membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, da ISAPS (International Society of Aesthetic Plastic Surgery) e da American Society of Plastic Surgery (ASPS).

Continue lendo

Veja também

Mais lidas

Portal de notícias do Acre | Diretor e Redator - Lenilda Cavalcante FENAJ 084 | Copyright © 2006-2018 ECOS DA NOTÍCIA - Todos os direitos reservados.