Connect with us

polícia

Bando que assaltou idosa e filha na estrada Transacreana é condenado

Publicado

em

O Juízo da 2ª Vara Criminal da Comarca de Rio Branco julgou procedente a denúncia feita no Processo n°0009667-13.2017.8.01.0001 e condenou cinco pessoas, MARDULCE SOARES CRUZ, MAUCHEN MARINHO FARHAT, CARLOS AFONSO RODRIGUES DE ARAÚJO JÚNIOR, LUCIANO DO NASCIMENTO CHAGAS E RODRIGO BATISTA DA SILVA, a penas que, somadas, ultrapassam 46 anos de reclusão. O bando cometeu o crime de roubo majorado contra idosa e filha, enquanto elas estavam em casa, no Km 41 da Transacreana.

O juiz de Direito Robson Aleixo, titular da unidade judiciária, reprovou a culpabilidade dos acusados por eles terem premeditado o crime.

“Conforme ficou comprovado nos autos os acusados se reuniram ainda na zona urbana de Rio Branco, combinaram a realização do delito e se deslocaram até o Km 41 da Transacreana, onde realizaram o roubo”, registrou.

Está expresso na sentença, publicada na edição n°6.097 do Diário da Justiça Eletrônico, da sexta-feira (13), que com a detração das penas: MARDULCE SOARES CRUZ deve cumprir 10 anos, três meses e quatro dias de reclusão, em regime fechado; CARLOS AFONSO RODRIGUES DE ARAÚJO JÚNIOR, LUCIANO DO NASCIMENTO CHAGAS E RODRIGO BATISTA DA SILVA, cada um deverá cumprir nove anos, 14 dias de reclusão, em regime fechado. E por fim, MAUCHEN MARINHO FARHAT, que não estava preso, foi condenado a nove anos, oito meses de reclusão, em regime fechado, e o pagamento de 217 dias multa.

Entenda o caso

De acordo com os autos, um dos acusados, uma mulher que estava com uma criança no colo, chamou no portão da casa onde as vítimas estavam, perguntando onde comprava gasolina e depois pediu água.

Na hora que a vítima foi até o portão, entraram na casa, renderam a outra vítima, e, em seguida, roubaram aparelhos celulares, notebook, impressora e relógio.

Sentença

Os cinco denunciados foram condenados por terem cometido, duas vezes, o crime de roubo majorado por: emprego de grave ameaça, com uso de arma de fogo; concurso de pessoas; e restrição de liberdade (artigo 157, §2°, I, II, V do Código Penal) sob os moldes do art.70 do CP.

Sobre a restrição da liberdade das vítimas, o magistrado comentou que os acusados “restringiram a liberdade das vítimas por cerca de 20 minutos, com armas de fogo apontadas em suas direções”. Em consequência disso, o juiz de Direito observou terem sido graves as consequências do crime.

Continue lendo

polícia

Em vídeo, integrantes de facção castigam suspeito de roubo na Cidade do Povo a paulada.

Publicado

em

Por Lilian Camargo, da Redação Ecos da Notícia

Desde que as facções criminosas começaram a atuar no estado, nos bairros periféricos principalmente, onde há um domínio maior dessas facções, já não é mais novidade a existência de um código de conduta para quem participa da vida no crime. Para ser participante de qualquer uma das organizações existentes no Acre, os integrantes precisam obedecer o que eles chamam de estatuto. Algo semelhante ao nosso código penal, talvez com leis até mais rigorosas e com a inclusão da pena de morte.

Para que você leitor possa entender melhor como funciona nos bastidores do crime, um vídeo foi divulgado na noite desta terça-feira (11), através das redes sociais e mostra claramente um homem suspeito de praticar Roubos no Conjunto Habitacional, Cidade do Povo, sendo agredido a golpes de paulada, dentro de uma espécie de cativeiro.

Os agressores se intitulam integrantes da facção “Bonde dos 13″ e explicam o motivo pelo qual o jovem aparece sendo espancado.

“Isso aqui tá acontecendo por causa dos Roubos que está tendo na Cidade do Povo, nois não quer roubo aqui nessa @#$&, nessa @#$& aqui tem comando l, entendeu?! Tem disciplina entendeu?! Então tá aqui o exemplo”, disse um dos agressores.

Pelo menos três homens participam diretamente do espancamento, enquanto um quarto elemento filma toda a ação que serviria como prova aos líderes de que a pena a qual o suspeito de roubo foi sentenciado, foi devidamente cumprida. O vídeo tem duração de 1 min e 32 segundos e já está sendo alvo de investigação da polícia

Continue lendo

polícia

Homem é feridos a tiros no Tancredo Neves e morre no Pronto Socorro

Publicado

em

Por Kennedy Leandro, da Redação Ecos da Notícia

Mais um crime de morte foi registrado na noite desta terça-feira (11), em Rio Branco, a capital do Acre.

Um homem que ainda não foi identificado foi alvejado com vários tiros efetuados por uma dupla em uma moto, a vítima foi socorrida em estado crítico pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU e encaminhado ao Pronto Socorro, onde não resistiu e morreu.

De acordo com as informações apuradas pelo site Ecos da Notícia, o crime aconteceu na rua Vitória no bairro Tancredo Neves, no momento em que a vítima caminhava em companhia de um amigo e dois homens em uma moto se aproximaram e efetuaram vários tiros, um dos tiros atingiu a cabeça.

Investigadores da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa – DHPP e policiais militares do 5° Batalhão realizam buscas na região alta da cidade na tentativa de identificar e prender os suspeitos.

 

Continue lendo

polícia

Promotora Alessandra Marques defende o fim das visitas íntimas aos presos no Acre

Publicado

em

Redação Ecos da Notícia/com informações Contilnet

As visitas íntimas no estado do Acre ocorrem semanalmente

A promotora do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), Alessandra Marques, usou sua página no Facebook no domingo (9) para fazer uma declaração polêmica com relação aos presos que cumprem penas nos presídios. Segundo ela, as visitas íntimas deveriam ser extintas, o que diminuiria consideravelmente a corrupção nos presídios estaduais.

“Temos que acabar com visitas íntimas em presídios! Chega!”, disse Alessandra Marques. A medida proposta por ela rendeu elogios dos internautas.

As visitas íntimas aos presos ocorrem semanalmente. É comum que os presos dividam a cela com lençóis para desfrutar do momento com suas companheiras.

Mas nos últimos meses, inúmeras mulheres foram presas em flagrante tentando entrar nos presídios estaduais com drogas, principalmente em suas partes íntimas.

Continue lendo

Veja também

Mais lidas

Portal de notícias do Acre | Diretor e Redator - Lenilda Cavalcante FENAJ 084 | Copyright © 2006-2018 ECOS DA NOTÍCIA - Todos os direitos reservados.