Connect with us

polícia

Sobrinhos são suspeitos de matar tio a golpes de estaca e barra de ferro após mãe ser agredida

Publicado

em

Três menores assumiram o crime. Genro da vítima também foi preso e polícia investiga o caso.

Dois jovens menores de idade são suspeitos de matar o tio, que era morador de rua, José Francisco Sena da Silva, de 47 anos. O crime ocorreu nesta segunda-feira (12), no bairro do Telégrafo, em Cruzeiro do Sul. A vítima foi morta a golpes de estaca de madeira e barra de ferro.

No Boletim de Ocorrência consta que a polícia foi informada que um homem estaria sendo agredido por ter furtado uma galinha, mas, quando chegou ao local, a vítima já estava caída no chão. Os PMs, então, chamaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) mas o homem já estava morto.

Quatro pessoas no total foram presas suspeitas do crime, sendo os dois sobrinhos da vítima, um vizinho e o genro. Francisco Mariano Sena da Silva, de 42 anos, irmão de Silva, disse que ela era morador de rua há 25 anos, usava drogas e costumava roubar a vizinhança.

“Ele tinha agredido dias atrás a minha irmã e causou muita indignação nos filhos dela e, nessa noite, ocorreu que ele veio na casa dela e fez mais um furto. Aqui no bairro ele furtava todas as casas, não tinha limite”, afirmou.

Sena disse ainda que o irmão foi linchado por várias pessoas. “Ele foi abordado por populares que correram atrás dele e bateram com um pedaço de madeira e eu cheguei lá na hora que ele já tinha morrido. Os meus dois sobrinhos disseram à polícia que também tinham agredido ele com pau e ferro”, afirmou.

O irmão da vítima falou ainda que os meus sobrinhos ficaram revoltados após o tia ter entrado na casa deles e agredido a mãe com um soco e por conta dos constantes furtos que ele praticava.

“Ele vivia na rua há muito tempo, nós ainda vamos na delegacia tentar ver os documentos dele, porque ele não tinha. O delegado ainda vai ouvir os acusados e ver o que realmente aconteceu”, complementou.

Objetos usados no crime foram apreendidos pela polícia  (Foto: Arquivo pessoal)

Objetos usados no crime foram apreendidos pela polícia (Foto: Arquivo pessoal)

Sena falou que a família está em choque com tudo o que aconteceu e que lamenta que os sobrinhos estejam envolvidos no crime.

“Estamos arrasados por ter sido meu irmão, minha irmã e meus dois sobrinhos, coisa que pode atrapalhar os estudos e a vida deles, vão ficar com essa marca na vida. Meus sobrinhos são dois adolescentes bons, só que eles ficaram indignados quando meu irmão bateu na mãe deles, foi no sangue do momento”, lamentou.

O tio disse ainda que não foram só os sobrinhos que agrediram o irmão. “Quando cheguei no local vi que muitas pessoas jogavam pedaços de madeiras e ferro nele. A polícia chegou e prendeu todos que estavam perto, inclusive meu genro que não teve envolvimento nenhum. Ele estava tentando apartar a confusão. A polícia chegou e prendeu os quatro acusados”, finalizou.

Continue lendo

polícia

PM interrompe carreira criminosa de trio do terror

Publicado

em

Kennedy Leandro, da Redação Ecos da Notícia

O trio Alexsandro da Silva Araújo, de 22 anos, Kalil Monteiro da Silva, de 21 anos e Erilan Franco Menezes, de 19 anos,” o trio terror”, teve a carreira no crime interrompida por uma ação preventiva de policiais militares do 2º Batalhão.

De acordo com informações, os três desocupados estariam “tocando” um terror no ramal do Benfica, região da Vila Acre, acreditando que estavam vivendo em uma cidade sem leis, o trio andava armado no meio da rua, roubava os moradores, ameaçavam trabalhadores e traficavam entorpecentes.

A Polícia Militar foi avisada e na noite desta terça-feira (18), montou o cerco e os meninos maus descobriram uma série de leis que eles infligiram e que terão que passar o Natal longe dos fogos.

Os três foram presos e com eles os militares recuperaram uma motocicleta de placa MZO 9242 roubada. Uma pistola .40, uma espingarda de cano duplo e papelotes de pasta base de cocaína.

O material apreendido e os três presos foram encaminhados a Delegacia de Flagrantes – DEFLA.

Continue lendo

polícia

Dupla de matadores ataca outra vez e invade casa na tentativa de executar jovem

Publicado

em

Kennedy Leandro, da Redação Ecos da Notícia

A situação da violência no estado do Acre, já ultrapassou todos os limites e números aceitáveis da cruel matemática que aponta que um determinado índice para uma quantidade de população estaria dentro do parâmetro da violência.

A mais de três anos que uma dupla (que parece se multiplicar), caça seres humanos e os abatem como se fosse uma caça legalizada.

Matam no meio das ruas, dentro de bares, invadem casas e até os dias atuais as policiai não conseguiram prender a dupla misteriosa, que mata o que eles consideraram culpados, devedores, traidores e inocentes que estejam por perto.

Na noite desta segunda-feira (17), a tal dupla, sem nome, cara, porém sinônimo de morte atacou mais uma vez, ao invade uma casa localizada na rua Quintana, na região do bairro Vila Acre, Segundo Distrito de Rio Branco, a capital do Acre e efetuou vários tiros em Deivesom Gonçalves de Araújo, de 23 anos, que segundo testemunhas estará sentado no sofá da sala, local que teoricamente, deveria ser inviolável e que para a execução da Lei, como Manado de prisão ou busca e apreensão tem que obedecer horário e por menores.

Mas, para quem vive à margem da Lei, isso é utopia, pois na prática eles e invadem e não importa quem esteja no ambiente, todos são culpados e merecedores da pena de morte.

Ao ser alvejado com vários tiros que atingiram braço e abdômen, a vítima foi abandonada pelos criminosos que possivelmente acreditaram ter executado o jovem.

Vizinhos desesperados depois que a dupla saiu do local, socorreram a vítima em um caro particular a conduzindo a Unidade de Pronto Atendimento – UPA do Segundo Distrito mas dada a gravidade dos ferimentos foi encaminhada ao pronto Socorro de Rio Branco, por uma equipe do SAMU, onde deu entrada em estado crítico.

 

Continue lendo

polícia

VEJA VÍDEO: Dupla de assaltantes rouba funcionários e pacientes de Urap no bairro 15

Publicado

em

Lilian Camargo, da Redação Ecos da Notícia

No início da tarde desta terça-feira (18), uma dupla de criminosos realizou um assalto dentro de uma Unidade de Referência e de Atenção Primária (Urap) localizada no bairro 15. O fato aconteceu por volta das 12h47 como mostra em um vídeo de monitoramento daquela unidade.

Armados e com capacetes na cabeça eles chegam fazendo ameaças, apontando o armamento parar os funcionários e pedindo bens de valor aos funcionários e populares que estavam ali buscando atendimento. Eles fugiram em uma moto levando alguns pertences pessoais entre celulares e dinheiro.

A Polícia Militar foi acionada e após a coleta de informações saíram a procura dos suspeitos.

Continue lendo

Veja também

Mais lidas

Portal de notícias do Acre | Diretor e Redator - Lenilda Cavalcante FENAJ 084 | Copyright © 2006-2018 ECOS DA NOTÍCIA - Todos os direitos reservados.