Connect with us

política

Deputado Estadual não faz nada. É este o cargo que eu quero em 2018, diz Caraca Meu

Publicado

em

O site SenaOnline.net recebeu a visita do pre-candidato a deputado estadual Caraca Meu, durante o bate papo ele afirmou que o povo de Sena não lhe quis como vereador,

O site SenaOnline.net recebeu a visita do pre-candidato a deputado estadual Caraca Meu, durante o bate papo ele afirmou que o povo de Sena não lhe quis como vereador, mas tem certeza que será eleito para o cargo de deputado estadual nestas eleições.

Perguntamos qual o objetivo de ser deputado, ele respondeu que ser deputado é melhor que ser vereador. O vereador trabalha e mora na cidade, o deputado não faz nada e só vem em Sena se quiser outra vantagem, é que o salario é maior.

Finalizou dizendo que, não conhece nenhum projeto apresentado pelos atuais deputados de Sena e nem viu beneficio conseguido para a cidade. Nada por nada, é melhor o povo votar em mim, pelo menos sou pobre e preciso muda de vida ou seja ser  rico.

Continue lendo

política

Prefeita Socorro Neri sanciona leis que promovem cidadania no município de Rio Branco

Publicado

em

Da Assessoria de Imprensa

A prefeita de Rio Branco Socorro Neri sancionou nesta terça-feira, 18, três leis de autoria dos vereadores Railson Correia, Emerson Jarude, Rodrigo Forneck e Lene Petecão que atendem à política da pessoa com deficiência, à educação infantil, à salvaguarda da arte da capoeira e à concessão de título honorífico.

O vereador Rodrigo Forneck é o autor da lei municipal 2309, de 17 de dezembro de 2018, que institui a data de 3 de Agosto como o Dia Municipal da Capoeira e a primeira semana desse mesmo mês como a Semana Municipal do Capoeirista.

O Vereador Railson Correia criou a lei 2306, de 17.12.2018 (originária do autógrafo 36 de 2018) dispondo sobre a prioridade de vagas em creches e escolas municipais  próximas às residências de crianças com deficiência ou de filhos de pessoas com deficiência.

A vereadora Lene Petecão é autora da lei 2.307 (originária do autógrafo 35/2018) instituindo a Semana Municipal da Pessoa Com Deficiência Intelectual e Múltipla em Rio Branco; e o vereador Emerson Jarude é autor da lei, 2308, originária do autógrafo 36/2018, que concede Título de Cidadão Verde para Alessandro do Nascimento Rocha.  “São leis importantes e eu parabenizo a todos”, disse a prefeita.

O vice-presidente do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Com Deficiência, Francisco Heliton, ressaltou as conquistas: “O município de Rio Branco tem avançado na atenção à pessoa com deficiência. Ficamos muito felizes quando se assinam leis como esta”, declarou ele. “Esta lei realmente representa uma grande conquista”, completou Mestre Falcão.

Os vereadores Railson Correia e Rodrigo Forneck agradeceram a prefeita, à Câmara Municipal que aprovou as leis e aos presentes. “Isso é fazer a boa política”, disse Railson. “Hoje celebramos leis que promovem a cidadania”, completou Forneck.
A cerimônia ocorreu no auditório da Prefeitura de Rio Branco com as presenças dos secretários municipais e de ativistas sociais como o representante  da Liga de Capoeira do Acre, Mestre Falcão; a presidenta da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE/Rio Branco), Cecília Lima; vice-presidente do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Com Deficiência, Francisco Heliton, além de grupos independentes de capoeira de Rio Branco.  A vereadora Lene Petecão foi representada por sua assessora, Charlene Polo.
Continue lendo

política

Gladson Cameli e Tião Viana apresentam relatório final da transição governamental

Publicado

em

Silvania Pinheiro, da Assessoria de Imprensa

O senador e governador eleito, Gladson Cameli (Progressistas), e o governador atual, Tião Viana (PT), apresentaram nesta terça-feira (18) o relatório elaborado pelas equipes responsáveis pela transição do governo do estado.

As duas equipes (do atual e do futuro governo) trabalharam durante 39 dias, na elaboração do relatório. O documento apresenta dados sobre os diversos setores do governo, detalhando a realidade e informando os principais desafios para os próximos anos.

“Quero agradecer ao governador Tião Viana e a sua equipe por essa transição democrática. Desde o primeiro contato que fiz, o governador se mostrou um democrata. Estamos encerrando esse processo de transição e, em poucos dias, estaremos assumindo o Governo do Estado, conscientes dos desafios, mas certos que vamos nos dedicar e trabalhar muito pelo desenvolvimento do nosso Acre”, disse o governador eleito Gladson Cameli.

Ele fez questão de ressaltar que a partir do dia 1° de janeiro, será um “momento novo, de unir forças, olhar pra frente e trabalhar pelo Acre”.

O governador Tião Viana, desejou sorte a Gladson Cameli e sua equipe, afirmando que o próximo governo terá muitos desafios, frutos da crise nacional. “Esse será um momento complicado para se governar o estado, devido à crise nacional. Desejo sorte ao governador Gladson e sua equipe. O êxito desse governo, será o êxito da nossa população e do nosso Acre, onde estarei trabalhando”, afirmou.

Entre outras coisas, o relatório elaborado pela equipe do futuro governo, revela o baixo desenvolvimento econômico do estado, uma vez que o PIB apresentou um pequeno índice de crescimento, com o aumento das despesas com pessoal e com a Previdência. O documento também evidência o aumento da violência, constatado pelos altos índices da área, e agravado pela escassez de investimentos para o fortalecimento das forças polícias.

De acordo com o relatório, os problemas na Saúde Pública, são frutos, principalmente, da falta de eficiência da gestão, gerando um aumento expressivo da demanda por cirurgias, e a demora em dar respostas em procedimentos básicos como consultas e exames, o déficit de leitos e o desabastecimento de medicamentos contribuem para essa situação.

Continue lendo

política

Governador eleito não tem previsão para chamar aprovados em concurso público e pede paciência

Publicado

em

Lilian Camargo, da Redação Ecos da Notícia

 

Em entrevista coletiva cedida na manhã desta segunda-feira (17), para falar sobre o plano de reforma administrativa entregue para analise na Assembléia Legislativa, o governador eleito, Gladson Cameli, quando interrogado sobre a convocação dos aprovados nos concursos da Polícia Civil e Militar, respondeu que precisa de prazo e paciência.

Apesar de considerar uma prioridade os campos da saúde e da segurança pública, Gladson explicou que precisa cortar gastos para gerar recursos que o permitam fazer essa convocação.

“Imagina que eu mantenha toda a estrutura que está ai na situação como está, daqui a dois anos o estado fica ingovernável. Janeiro já tem o défict de 40 milhões que nós vamos ter que desembolsar. Peço paciência, porque eu não consigo resolver tudo em um ano, preciso de prazo para reestruturar toda a máquina. Esses cortes que estamos fazendo que estão na reforma já nos dará uma redução dos custos, mas, não consigo fazer tudo em um ano, peço mais uma vez paciência”, disse Cameli.

No total, juntando as duas instituições são 500 homens e mulheres a serem convocados e que dependem da convocação para início da academia de polícia que vai prepará-los para trabalhar na segurança pública do estado. Os concursos foram realizados em 2017 e o resultado final saiu em Agosto desse ano. A previsão era que o então governador Tião Viana convocasse até novembro deste ano, mas, o prazo já se excedeu e a responabilidade foi repassada para a próxima gestão.

Continue lendo

Veja também

Mais lidas

Portal de notícias do Acre | Diretor e Redator - Lenilda Cavalcante FENAJ 084 | Copyright © 2006-2018 ECOS DA NOTÍCIA - Todos os direitos reservados.