Siga-nos

Aguarde processando...

X
Loading...

Comerciantes reclamam da falta de segurança em área comercial no Centro de Rio Branco

G1

Aumento da movimentação de fim de ano no Calçadão da Benjamin Constant preocupa lojistas.

Com a chegada no fim do ano, a movimentação nas ruas e centros comerciais de Rio Branco aumenta. A aglomeração de pessoas pode ser uma oportunidade para roubos e assaltos. Essa é uma reclamação dos comerciantes que trabalham no Calçadão da Benjamin Constant, Centro da capital. Por isso, os consumidores devem redobrar a atenção ao frequentarem os locais de vendas.

Angelina de Souza presenciou há poucos dias um assalto a um idoso que tinha acabado de sair de uma loja em que ela trabalha como vendedora. “Foi em um dia bem movimentado. Nessa época de Natal passa todo tipo de pessoa no Calçadão. O idoso estava fazendo compras e sem ele ver, o pessoal passou e levou uma grande quantia de dinheiro dele”, relembra a vendedora.

Apesar das constantes rondas policiais pelo Calçadão da Benjamin Constant, Angelina alega que elas não são suficientes para garantir a segurança de lojistas e consumidores que circulam pelo local. “Quando está mais movimentado têm mais policiais. Mas, quando a gente mais precisa, eles não estão por aqui. Acho que precisa de mais [efetivo], principalmente agora no final do ano”.

O medo de ser assaltado deixa as pessoas sempre em alerta, principalmente os idosos. Eles acabam se tornando alvo fácil para os batedores de carteira. O aposentado Antônio Pereira faz parte das pessoas que temem ter bens subtraídos.

“Faz medo [andar pelo Centro] porque os bandidos pensam que a gente tem dinheiro. Um tempo desses bateram em um senhor e tomaram R$ 25 mil”, relata.

A Polícia Militar informou que faz rondas constantes com policiais nas ruas. O órgão disse ainda que faz as rondas em diversos pontos do Centro de Rio Branco. Luck Jonisson da Silva capitão da PM-AC, lembra que desde novembro a segurança em todo o estado foi reforçada com o adiantamento da Operação Papai Noel. “Orientamos a população a redobrar a atenção e acionar um policial ou o 190 quando preciso”.

Mesmo com a afirmação de garantia da segurança, algumas pessoas não acham suficiente as medidas. Algumas lojas no Calçadão da Benjamin Constant estão contratando segurança particular. Renan Nogueira, que atua como segurança, fala que sempre está atento à movimentação. “Não querendo maliciar as pessoas com o olhar, mas sempre tem que estar atento a algo suspeito”, diz.

O capitão da PM orienta que a prevenção nunca é demais durante as compras. “As pessoas não podem tirar grandes quantias de dinheiro e deixar a mostra. Também é preciso ter cuidado com o celular, o recomendado é usar em locais mais restritos e calmos. Também é importante sempre procurar andar nas ruas acompanhado, nunca só”, finaliza Silva.

Publicidade

Escreva seu comentário

Informamos aos nossos caros leitores que a Equipe Ecos da notícia não se responsabilizará pelas consequências jurídicas
sobre os comentários divulgados.