Siga-nos

Aguarde processando...

X
Loading...

Obra inacabada prejudica o comércio e revolta moradores, no bairro do Remanso em Cruzeiro do Sul

ac24horas

A intensidade das chuvas está aumentando com o fortalecimento do inverno amazônico. Com isso, os problemas de infraestrutura em Cruzeiro do Sul estão a cada dia mais evidentes. Na rua Rio Grande do Sul, no bairro do Remanso, por exemplo, os moradores procuram a imprensa para pedir socorro.

Com a lama que permanece sobre a rua há vários dias, parte da rua está intrafegável para veículos, e aos moradores, que saem de casa com sacolas plásticas nos pés, resta a dificuldade e a revolta com os serviços de recuperação de vias que ainda não chegou ao bairro. É o que conta Erciene Oliveira, moradora da região, à TV Juruá.

“A gente não consegue nem entrar nem sair de casa, e até o nosso trabalho fica complicado, pois ninguém vem aqui. Aqui tinha asfalto, mas estava com buracos, então a prefeitura entrou com as máquinas deixou pior”, contou ao dizer que é dona de um negócio que só tem tido prejuízo por conta dos serviço não acabado.

A moradora Maria Edilina também reclamou e relatou que em mais de 20 anos vivendo no local, os serviços da prefeitura só pioraram o estado da rua que, agora, tem trecho intrafegável. “Vieram, fizeram isso, e nunca mais
voltaram, e só deixou ainda pior. Tinha uns buracos, mas dava para desviar, e agora é só lama”, critica.

A Secretaria de Obras de Cruzeiro do Sul informou que o trabalho realizado na rua Rio Grande do Norte foi para retirar os buracos e a obra não teve continuidade porque faltou asfalto. A pasta se comprometeu que tão logo o material esteja disponível, os serviços serão retomados e finalizados.

Publicidade

Escreva seu comentário

Informamos aos nossos caros leitores que a Equipe Ecos da notícia não se responsabilizará pelas consequências jurídicas
sobre os comentários divulgados.