Siga-nos

Aguarde processando...

X
Loading...

Em Rio Branco, uso de mototaxímetro é regulamentado e mototaxistas têm prazo de 180 dias para se adequar

G1

Categoria deve instalar o equipamento que mede valor da corrida baseado na quilometragem percorrida.

Mototaxistas de Rio Branco têm 180 dias, a partir do dia 15 de dezembro, para instalar o mototaxímetro, conforme publicação da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (RBTrans), nesta quarta-feira (06), no Diário Oficial. O equipamento mede o valor da corrida baseado na quilometragem percorrida.

Desde fevereiro deste ano, o Sindicato dos Mototaxistas e a RBTrans já discutiam testes para definir valores e uso adequado do aparelho por mototaxistas da capital. Com regulamentação aprovada, o uso do equipamento passa a ser obrigatório pelos permissionários. Ao menos 560 profissionais da área devem se adequar.

Em maio, quatro permissionários fizeram corridas para confirmar a confiabilidade do equipamento, e em junho, a prefeitura definiu valores para as corridas. Conforme tarifa estabelecida, vai ser cobrado o valor de R$ 1,50 por quilômetro, na bandeira 1, e o valor de R$ 1,80 por quilômetro, vai ser cobrado na bandeira 2.

O valor da bandeira inicial vai ser de R$ 3,50, sendo acrescido o valor do quilômetro rodado durante a corrida, e o valor R$ 15 será cobrado por hora parada, que é quando o cliente pede para o mototaxista fazer uma parada e esperar enquanto faz algo.

Publicidade

Escreva seu comentário

Informamos aos nossos caros leitores que a Equipe Ecos da notícia não se responsabilizará pelas consequências jurídicas
sobre os comentários divulgados.