Siga-nos

Aguarde processando...

X

Família de bebê baleado na cabeça faz campanha para arrecadar alimentos e fraldas

G1

Adrian Levi recebeu alta no dia 25 de outubro e se recupera bem; família faz campanha nas redes sociais para arrecadar doações.

O pequeno Adrian Levi, de 1 ano e 8 anos, que foi baleado na cabeça, está em casa desde o dia 25 de outubro, data em que recebeu alta médica. Ele se recupera bem, segundo a mãe, mas precisa de alimentos e fraldas. A família começou uma campanha nas redes sociais para receber doações.

A mãe do pequeno, Maria Larissa de Lima Silva, de 17 anos, conta já conseguiu doação de medicamentos e a preocupação no momento é com a alimentação dele. Eles pedem doações de leite, mingau de aveia, iorgurte, além de fraldas descartáveis, tamanho extra grande.

Adrian perdeu a audição em um dos ouvidos e parte da visão. Ele também continua com um catéter alojado no pulmão. Mas, apesar disso, se recupera bem fora do hospital. “O milagre, Deus já fez. Ele está bem. Está dando alguns passinhos e está quase andando. Também entende tudo e já fala tudo. Tenho fé de que não vai precisar nem de terapia”, diz a mãe.

O bebê ficou duas semanas internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital da Criança, em Rio Branco. Passou por cirurgia e recebeu alta há quase duas semanas.

Entenda

Na noite d o dia 7 de setembro, o pequeno Adrian Levi Silva Santiago foi atingido com um tiro na cabeça no bairro Cabreúva, em Rio Branco. O menino estava sob os cuidados do tio, que o levou para passear em uma praça próxima à residência da família.

No entanto, ao chegarem em uma esquina do bairro onde estava um grupo de pessoas, dois homens passaram atirando e atingiram o bebê. Outras duas pessoas, de 15 e 17 anos, foram atingidas pelos disparos nas pernas e braços.

Publicidade

Escreva seu comentário

Informamos aos nossos caros leitores que a Equipe Ecos da notícia não se responsabilizará pelas consequências jurídicas
sobre os comentários divulgados.