Siga-nos

Aguarde processando...

X
Loading...

Carlinhos diz ser vítima de uma “armação” e que o Tribunal tem “preguiça”

ac24horas

O cantor sertanejo Carlinhos resolveu abrir o coração e se defender das acusações que o levaram a uma condenação de 17 anos em regime fechado por ter supostamente estuprado durante cinco anos a enteada. O músico, que já teve a ordem de prisão decretada, chamou o Tribunal de Justiça do Acre de “preguiçoso”.

Carlinhos também disse que está sendo vítima de uma armação criada pela ex-esposa que chama de Cláudia. O músico disse que apresentou provas da armação à Justiça, mas que por culpa do Tribunal de Justiça, que tem “preguiça”, acabou condenado por um crime que não cometeu. Ele disse que a ex-mulher queria voltar com ele a qualquer custo.

“Em uma convivência conturbada de mais de 5 anos com a Sra Cláudia, mãe dá vítima, resolvi por fim acabar com o relacionamento (…) e dessa separação ficou um filho que no momento tinha apenas 1 ano e 3 dias, o deixei pra traz com a maior dor que alguém pode sentir na vida, parecia que estava arrancando um pedaço de mim”, escreveu em carta ao radialista Willamis França.

Segundo a denúncia do Ministério Público, Carlinhos se aproveitava do momento em que a mãe ia pra faculdade para praticar atos libidinosos com a criança que tinha cinco anos de idade à época dos fatos. A prática perdurou por mais cinco anos até a separação da genitora e o denunciado. O cantor diz que já tem outro relacionamento e que pé perseguido pela ex-mulher.

“Agora você acha que isso não foi premeditado? A alguns meses atrás ela (Cláudia) mãe da vítima me ligou e disse que a Filha estava mentindo, que não acredita que tenha feito isso”, se defendeu (…) A única coisa que me atingia era o fato dela usar os meus 2 filhos pra me magoar, me maltratar”, completa.

Publicidade

Escreva seu comentário

Informamos aos nossos caros leitores que a Equipe Ecos da notícia não se responsabilizará pelas consequências jurídicas
sobre os comentários divulgados.