Siga-nos

Aguarde processando...

X

Pai fala sobre desespero após desvio de terra romper e filhos serem arrastados por correnteza de igarapé em Rio Branco

G1

Irmãos foram levados pela correnteza na noite de terça (10) após tentar ajudar morador que caiu na água. Uma das vítimas já foi liberada e outra permanece em observação na Upa.

O pintor Antônio Rodrigues da Silva relatou os momentos de desespero que passou ao saber que os filhos haviam sido arrastados pela correnteza do Igarapé Fundo na terça-feira (10). Um desvio de terra sobre o manancial, no quilômetro 1 da Estrada do Quixadá, rompeu após uma forte chuva que ocorreu em Rio Branco no início da noite. O local passou por reparos e, na manhã desta quarta-feira (11), foi liberado.

Os irmãos Alan Nascimento da Silva, de 15 anos, e Airton Souza da Silva, de 28 anos, voltavam para casa, que fica no km 12, quando foram ajudar um homem que caiu na água, mas acabaram sendo levados.

Os irmãos relataram ao pai que o homem estava em uma beirada de asfalto que cedeu e acabou caindo. A vítima ainda tentou se segurar e foi socorrida pela dupla, mas a parte em que estavam desmoronou e foram levados pela correnteza. Alan ainda conseguiu se segurar por alguns minutos, mas a força da água acabou levado o jovem. Já Airton, ficou com a perna presa e conseguiu forçar a perna para sair, mas acabou ficando ferido.

“Eu estava em casa quando me ligaram e relataram que isso tinha acontecido. Me disseram que o Alan estava mal. Na hora bateu o desespero. O Alan sofreu ferimentos nos braços, pernas e também na barriga onde teve um corte mais fundo. Graças a Deus não foi nada mais grave”, conta Silva.

Três pessoas ficaram feridas e foram atendidas pelo Samu. Irmãos foram encaminhados à UPA (Foto: Jean Silva/Arquivo pessoal )

Três pessoas ficaram feridas e foram atendidas pelo Samu. Irmãos foram encaminhados à UPA (Foto: Jean Silva/Arquivo pessoal )

Os irmãos foram encaminhados para a Unidade de Pronto Atendimento (Upa) do Segundo Distrito de Rio Branco. O pai foi levado para a unidade em um carro da prefeitura. Airton foi liberado ainda na noite de terça, mas Alan segue internado no local em observação.

“Fiquei muito nervoso e preocupado. Quando me ligaram eu não entendia direito, mas escutei que eles tinham caído na ponte, cheguei até a pensar que eles tinham caído de moto. Pensei o pior e uma irmã da igreja foi até minha casa e nos levou em um carro até o igarapé, mas eles já tinham ido para a UPA. Graças a Deus estão bem”, relata.

Rodrigues lamentou o ocorrido e disse que a situação é enfrentada pelos moradores do Quixadá todos os anos na época de chuvas. “Espero que isso seja resolvido logo, pois é muito desesperador ter a família enfrentando essa situação”, lamenta.

Local foi interditado pelo Corpo de Bombeiros (Foto: Reprodução/Rede Amazônica Acre)

Local foi interditado pelo Corpo de Bombeiros (Foto: Reprodução/Rede Amazônica Acre)

Rompimento de desvio

O desvio de terra rompeu após uma forte chuva na noite de terça (10), na estrada do Quixadá. Três pessoas ficaram feridas e tiveram escoriações, mas não correm risco de vida. O Corpo de Bombeiros chegou a isolar o local para garantir a segurança dos moradores e o acesso ficou bloqueado.

A Prefeitura de Rio Branco, por meio da assessoria, informou que o desvio de terra foi construído porque a ponte sobre o Igarapé Fundo está em reconstrução, já que a via estava desativada. O acesso de terra foi feito para permitir que carros e motos circulassem pelo local.

Publicidade

Escreva seu comentário

Informamos aos nossos caros leitores que a Equipe Ecos da notícia não se responsabilizará pelas consequências jurídicas
sobre os comentários divulgados.